fevereiro 24, 2020

A Prefeitura de São Vicente, no litoral de São Paulo, disse nesta segunda-feira, 26 de agosto, que a empresa de transportes que venceu a licitação na cidade deverá implantar o novo modelo até novembro. Com isso, cerca de 800 postos de trabalho deverão ser abertos. O Sindicato dos Rodoviários diz que funcionários da atual empresa poderão se candidatar às vagas.

De acordo com a publicação, a empresa vencedora assumiu o gerenciamento do transporte após apresentar a proposta com menor valor de tarifa, em cerca de R$ 3,95. O investimento para a instalação da nova frota e para os custos de serviço é de um total de R$ 55.990.259,41.

De acordo com a Secretaria de Transportes, São Vicente possui demanda mensal estimada em 2.474.697 passageiros. A previsão é que o sistema atual continue operando até a implantação do novo e não há previsão de funcionamento concomitante entre o sistema atual e o que será gerenciado pela Otrantur Transporte e Turismo.

Já pensando na transição do serviço atual para o futuro, foi realizada uma reorganização no sistema de transporte público. Entre as ações, foram redimensionados os horários dos veículos do sistema.

No total, serão 61 ônibus básicos e 168 micro-ônibus, somando 229 veículos. A proposta é de que outros 16 veículos fiquem na reserva, o que daria um total de 245 carros em toda a frota responsável para atender ao município.

No início, do total da frota, 42% dos veículos estarão equipados com ar-condicionado. Todos aqueles que irão à Área Continental e mais 25% dos micro-ônibus.

Postos de trabalho

Com o novo sistema, a administração municipal estima que 800 postos de trabalho sejam criados. Haverá diversas funções, como motoristas e mecânicos, entre outros. Contudo, a Otrantur Transporte e Turismo é quem definirá os critérios de seleção.

O Sindicato dos Rodoviários informou que a empresa se reuniu na sexta-feira (23) com o sindicato para tratar do acordo coletivo de trabalho dos empregados. Segundo o sindicato, os cooperados da cooperativa que prestava serviço de transporte coletivo na cidade atualmente também poderão se cadastrar no Porto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de São Vicente para a seleção.

Integração

O sindicato afirma que mais bairros serão atendidos e haverá integração entre as linhas com o VLT. O novo modelo será adequado às necessidades de pessoas com deficiência e idosos e terá serviço noturno ‘corujão’, com duas linhas na área insular e duas na área continental.

O sistema será interligado aos terminais urbano e rodoviário, na Avenida Capitão Antônio Luís Pimenta, 130, Bitaru. O cartão eletrônico garantirá uma hora para pegar outra condução sem custo adicional. O sistema será eletrônico, com biometria e câmeras nos veículos.

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.