fevereiro 24, 2020

O Museu da Língua Portuguesa lança o programa educativo “Escola, Museu e Território”. As atividades serão realizadas nesta sexta-feira, 30 de agosto, e no sábado, dia 31, no saguão da Estação da Luz. A programação gratuita é voltada para estudantes e aberta às famílias, aos frequentadores da estação e ao público em geral. O objetivo é rearticular o diálogo com jovens, educadores e moradores da vizinhança, antes mesmo da inauguração do museu, que está na última fase de reconstrução.

As atividades, incluindo um curso de formação para professores de escolas públicas da região sobre Território Educativo e Cultural, se estenderão pelos próximos três meses. Os resultados ajudarão a compor o programa educativo do museu após sua reabertura, em 2020. As ações estão sendo articuladas com uma rede de 23 instituições de educação, 25 de cultura, além de parcerias com instituições públicas de São Paulo.

O programa educativo “Escola, Museu e Território” é uma iniciativa do Fundação Roberto Marinho em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e tem como patrocinadores a EDP e o Grupo Globo, além de apoio da CPTM, do Itaú Social e do Governo Federal por meio da lei federal de incentivo à cultura.

Programação para estudantes de 4 a 14 anos

A cada 15 dias, às sextas-feiras (durante o dia inteiro), e no último sábado de cada mês (pela manhã), crianças e jovens poderão participar de atividades que estimulam diferentes linguagens; valorizam o idioma como forma de expressão e promovem reflexão sobre identidade a partir das relações sociais e culturais do bairro. Entre as ações desta sexta-feira estão teatro de palhaços, contação de histórias e uma ‘disco-aula’ com a história do hip hop, em uma programação segmentada por faixa etária: a Mostra Imaginação (para estudantes entre 4 e 7 anos); Mostra Eu, o Outro e Nós (8 a 10 anos); e Mostra Comunicação (11 a 14 anos).

A programação inclui ainda Clube de Leitura, com encontros comandados pelo escritor Marcelo Maluf que vão debater contos de autores brasileiros; e o Clube de Cinema, parceria com o Canal Futura que exibirá filmes seguidos de debates. Abertas ao público, as atividades são voltadas para Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

No sábado, a atração é a Obra Aberta, uma visita à obra de restauro do edifício do Museu com encenação de contadores de história, que vão revelar o processo aos olhos do público.

Ônibus Andante

Duas instalações interativas ocuparão o saguão da Estação da Luz, como parte do Laboratório da Língua, estimulando o público a investigar novas abordagens sobre texto, palavra e língua portuguesa. Os estudantes chegarão à Estação por meio do projeto Ônibus Andante. A atividade é um trajeto a pé, aos moldes de uma linha de ônibus, explorando a região da escola, com o objetivo de despertar o olhar e o interesse das crianças e jovens. No trajeto das três “linhas” do Ônibus Andante, os estudantes descobrem marcos urbanos, praças, prédios históricos e espaços públicos como o Vale do Anhangabaú e o Viaduto Santa Ifigênia, além das instituições culturais e escolares. O coletivo Ocupeacidade sinalizou os trajetos com uma intervenção artística que demarca o percurso e cria provocações poéticas a partir de pontos mapeados da região.

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.