dezembro 5, 2020

Um assaltante morreu após troca de tiros na Linha 12-Safira da CPTM. Grupo rendeu funcionários da empresa após uma tentativa de assalto.

Sete funcionários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) foram mantidos reféns por quatro bandidos na madrugada deste sábado, 21 de dezembro, na estação USP-Leste da Linha 12-Safira, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Um dos suspeitos foi baleado após troca de tiros com a PM e morreu no local, de acordo com a CPTM. Dois foram presos e um fugiu.

De acordo com a CPTM, os quatro homens entraram armados e tentaram roubar a estação. A Polícia Militar foi acionada. Três dos infratores tentaram fugir pela via ferroviária. Segundo a polícia, um deles teria resistido ao ser localizado por uma equipe do 4º Batalhão da Polícia Militar do Estado de São Paulo (BAEP). Ele foi baleado e morreu no local, de acordo com a polícia.

O quarto suspeito, que mantinha os funcionários reféns, foi preso depois de negociação com policiais do 2ºBPM. Ele liberou as vítimas ilesas.

A CPTM informou que os funcionários passarão por atendimento médico preventivo e psicológico. A ocorrência foi registrada no Departamento de Homicídios e Proteção às Pessoas (DHPP).

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Ruan

Sou estudante, auxilar de redação e criador de conteúdo do Rede Noticiando. Games e música estão entre meus temas favoritos.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.