maio 30, 2020

Durante a entrega de três novas estações da Linha 15-Prata do monotrilho, o governador João Doria deu uma declaração dúbia em que prometeu a conclusão das obras até Cidade Tiradentes dentro de três anos.

Desta forma, o plano congelado de expandir o modal até o populoso bairro do extremo leste da capital foi retomado. Além disso, o governador informou sobre a expansão da Linha 15 até a estação Ipiranga, onde fará conexão com a Linha 10-Turquesa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Durante a coletiva de imprensa o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, foi questionado sobre a extensão, nos dois sentidos, e deu à seguinte declaração:

“Nosso desejo é que consigamos anunciar em 2020 a implementação das obras (trecho Vila Prudente – Ipiranga)“. Já sobre o trecho após Jardim Planalto, o secretário afirmou que “os estudos mais aprofundados, seja da etapa da licitação, seja do início de obras, com o recurso financeiro necessário, também para podermos fazer até o fim do governo ( que ocorre em 2022) para que haja a continuidade até a Cidade Tiradentes“.

O secretário voltou a ser questionado sobre a extensão até Cidade Tiradentes e falou o seguinte: “é a determinação que nós tenhamos, com planejamento, com responsabilidade, para que possamos iniciar as obras, seguindo em direção até a Cidade Tiradentes até 2022“. Logo após concluir sua fala, o governador João Doria disse que a “a orientação é para que as obras possam estar concluídas até dezembro de 2022 se não tivermos nenhuma situação de percalço ou tempo ou de engenharia ou de ordem judicial“.

Diante da declaração do governador que, claramente foram equivocadas, pois é notório que não há tempo hábil para concluir o trecho entre as estações Jardim Colonial e Hospital Cidade Tiradentes, com seis estações previstas, em apenas 3 anos. O que deve sair nessa gestão é a expansão até o Ipiranga.

Com os pés no chão, o secretário Baldy quis deixar claro que, desde que haja recursos, será possível licitar a estação Ipiranga no ano que vem, desde que o projeto básico esteja pronto. Também deixou claro que é possível seguir adiante com as obras após Jardim Colonial, seguindo por 2 meios: Talvez licitando as estações restantes em um bloco ou dividindo esse trecho em mais fases. Neste último cenário, quando chegarmos em 2022, talvez as obras estejam encaminhadas já nas etapas faltantes.

Trecho Jardim Colonial x Cidade Tiradentes

Com esse prazo apertado, de 3 anos, e um trecho complicado que é entre Jardim Colonial e Cidade Tiradentes, fica difícil acreditar que em apenas 3 anos essa extensão seja entregue durante essa gestão. Afinal de contas, há várias etapas burocráticas até que o canteiro de obras seja de fato instalado e que as obras comecem.

Caso João Doria e Baldy consigam pelo menos viabilizar a extensão, já será um grande avanço. Vale lembrar que a Linha 15-Prata começou a ser construída em 2009 e o projeto inicial previa ligar a Vila Prudente até a estação Cidade Tiradentes até 2012. No entanto, as primeiras estações, Vila Prudente e Oratório, foram entregues somente em 2014.

Histórico

A Linha 15-Prata começou a ser construída em 2009 e o projeto inicial previa ligar a Vila Prudente até a estação Cidade Tiradentes até 2012. Ela deveria ter ficado pronta em 2012, mas as primeiras estações foram entregues somente em 2014. Na época, o governo do estado disse que pretendia fazer o monotrilho por ser mais econômico do que o Metrô.

No entanto, em 2016, o Metrô voltou atrás e disse que o projeto seria encolhido em 13 km e iria perder oito estações, terminando na estação São Mateus, com o mesmo orçamento anterior. Depois, foi anunciada como final da linha a estação Jardim Colonial, que era chamada de estação Iguatemi, que deve ficar pronta em 2021.

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Dayane Priscila

Estudante de Desenvolvimento de Sistemas. Mini bibliotecária (Tributo, Semi-deusa, selecionada). Fotógrafa aspirante e amante de astronomia.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.