agosto 8, 2020

O governo de São Paulo entregou nesta segunda-feira, 16 de dezembro, três novas estações da Linha 15-Prata do monotrilho. Depois de oito anos de atraso, finalmente está cumprida a meta de levar o modal até São Mateus.

Foram entregues as estações Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus, que juntas acrescentam 3,9 km à rede de metrô, que chega ao total de 101,1 km de extensão e 89 estações em seis diferentes linhas.

Inicialmente, as três estações estarão abertas de segunda à sexta das 10h às 15h, com cobrança de tarifa. O modelo de operação segue o padrão internacional para a abertura de novas estações de metrô, permitindo a realização de testes e ajustes nos demais períodos. A operação deve ser ampliada em janeiro.

“Hoje, a Linha 15-Prata chega a dez estações e, quando assumimos, eram seis operacionais entre o horário parcial, ao qual implementamos o horário integral entre 4h40 e 0h nos dias úteis. Até 2021, serão 11 estações com a entrega da Jardim Colonial, concluindo a primeira etapa da Linha 15-Prata”, disse Baldy.

O governo estima que mais de 300 mil pessoas devem ser beneficiadas diariamente com a chegada do monotrilho até São Mateus. Além disso, vai permitir a redução do tempo de deslocamento para o centro.

A próxima etapa é concluir a estação Jardim Colonial, que deve ser entregue em 2021.

Trecho até Cidade Tiradentes e o Ipiranga

Durante a cerimônia de entrega o governador de São Paulo, João Doria, informou que as obras da Linha 15-Prata continuam na direção do extremo leste da capital.

Segundo Doria, até dezembro de 2022 as intervenções devem ser realizadas no segundo trecho, entre as estações Jardim Colonial e Hospital Cidade Tiradentes.

Na outra ponta da linha, na região sudeste em direção a estação Ipiranga partindo da estação Vila Prudente, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, disse que obras devem começar até dezembro de 2020. Neste cenário a estação fará integração direta com a Linha 10-Turquesa da CPTM.

O total de recursos para a Linha 15-Prata será de R$ 5,4 bilhões. Doria afirmou que foram investidos até o momento cerca de R$ 3,5 bilhões.

Baldy afirmou ainda que com a conclusão da Linha 15-Prata do monotrilho até o Hospital Cidade Tiradentes, o ramal deve transportar em torno de 600 mil pessoas por dia.

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Ruan

Sou estudante, auxilar de redação e criador de conteúdo do Rede Noticiando. Games e música estão entre meus temas favoritos.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.