novembro 29, 2020

Previsto para estrear no dia 23 de dezembro deste ano, Top Gun: Maverick, sequência do clássico Top Gun – Ases Indomáveis, de 1986, promete ser sucesso de bilheteria. O lançamento do filme já foi adiado duas vezes, tendo sido primeiramente previsto para o dia 12 de julho de 2019 e em seguida sendo reagendado para 26 de junho de 2020. Entretanto, no início de abril deste ano, a mencionada data de 23 de dezembro passou a ser o novo dia para a tão aguardada estreia. O fato de o lançamento do filme estrelando novamente Tom Cruise ter sido postergado algumas vezes parece estar criando nos fãs e espectadores em geral ainda mais expectativa em relação a seu enredo.

O desenvolvimento da produção começou em 2010, quando o produtor Jerry Bruckheimer e o diretor Tony Scott foram contatados pela Paramount Pictures, uma das distribuidoras do filme. Scott, que dirigiu o filme original, além de títulos como Estranha Obsessão e Fome de Viver, não queria fazer um remake, mas sim reinventar a história, trazendo um novo filme com o capitão Maverick, personagem de Tom Cruise, como protagonista. E foi isso mesmo que aconteceu, visto que Top Gun: Maverick tem um tom mais moderno, focando no uso de drones e na pilotagem de aviões por computadores. Tony Scott – que era irmão do aclamado diretor Ridley Scott – faleceu em 2012, o que fez com que os planos para a sequência fossem adiados, como comenta o portal Aero Magazine, mas o diretor deixou sua marca na produção, que teve andamento graças ao comprometimento de Bruckheimer com o projeto. O trailer do longa já foi divulgado, despertando ainda mais a curiosidade dos espectadores.

Além do elenco, atmosfera e trilha sonora dialogam com Top Gun dos anos 1980

Além de Tom Cruise, o filme dirigido por Joseph Kosinski, que já havia trabalhado com o ator em Oblivion, de 2013, traz no elenco nomes como Val Kilmer, Ed Harris e Jennifer Connely. Val Kilmer retorna no papel do comandante Tom “Iceman” Kazansky, rival de Cruise em Top Gun, enquanto os demais estreiam na trama. Outra semelhança com a produção original, à parte de alguns dos nomes escalados para o elenco, são a atmosfera do filme e a trilha sonora. Top Gun: Maverick, que teve as gravações iniciadas em 2018, desenvolve o conceito do primeiro longa – tendo a Força Aérea dos Estados Unidos como cenário principal – ao mesmo tempo que mantém o tom do primeiro filme.

A trilha sonora ficará por conta da parceria entre Harold Faltermeyer, que criou músicas para o filme original, e Hans Zimmer, premiado compositor cujo trabalho em O Rei Leão e Gladiador lhe rendeu, nos anos de 1995 e 2001, tanto o Oscar quanto o Globo de Ouro. Zimmer trabalhou recentemente, entre outros, na trilha do novo filme de James Bond, 007: Sem Tempo para Morrer, tendo também desenvolvido no passado trabalhos musicais para longas como O Código Da Vinci e Interestelar. Top Gun: Maverick, entretanto, não é a primeira produção que dá a Tom Cruise a possibilidade de atuar sob trilha de Zimmer. Outros filmes que reuniram os talentos do ator e do compositor foram O Último Samurai, Missão Impossível 2 e Rain Man, longa de 1988 que rendeu ao compositor sua primeira indicação ao Oscar. Esta produção, aliás, que também traz Dustin Hoffman em trama que gira em torno de uma herança, da vida de uma pessoa portadora da Síndrome de Savant, condição ligada a uma espetacular memória, e de mesas de cassinos em Las Vegas. Por là, os protagonistas jogam blackjack, modalidade que tem versões diversas, como Blackjack Europeu e Vegas Strip, sendo possível encontrar mais de 26 delas em sites de jogos especializados como é o caso da plataforma de roleta online da Betway Online Cassino. A longa foi bastante premiada em 1989. Além da indicação de Zimmer, Rain Man levou o Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator – pela atuação de Dustin Hoffman – e Melhor Roteiro Original.

Falando e Oscar e música, a clássica faixa “Take my Breath Away”, presente na trilha sonora do primeiro Top Gun e interpretada pela banda Berlin, foi a vencedora da categoria de Melhor Canção Original tanto do Oscar quanto do Globo de Ouro em 1987. Giorgio Moroder, responsável pela produção musical, e Tom Whitlock, que escreveu a letra, foram merecidamente reconhecidos, afinal quem não se lembra de Tom Cruise contracenando com Kelly McGillis tendo essa música como fundo? A trilha do filme original contava ainda com nomes como Cheap Trick, Otis Redding e Kenny Loggins, que colaborou com “Danger Zone”, faixa que, segundo rumores, seria regravada pelo próprio Kenny para constar em Top Gun: Maverick.

Sequências costumam ser receita de sucesso

Seguindo uma fórmula que vem conquistando espectadores mundo afora, Top Gun: Maverick tem grandes chances de ser um sucesso absoluto, visto que sequências e spin-offs têm provado ser uma receita infalível. Combinando personagens já aclamados com novas roupagens, esse estilo de produção tem uma grande base de fãs, como mostram sequências como Jumanji, com o mais recente filme da franquia – Jumanji: Próxima Fase – tendo sido lançado no ano passado, e Creed – Nascido para Lutar, filme que traz à ativa o inesquecível Rocky Balboa e que também acabou ganhando uma sequência. Muitos filmes da Marvel, companhia que tinha como uma das principais cabeças Stan Lee, icônico roteirista e escritor, também tiveram sequências de extremo sucesso, sendo Vingadores: Ultimato a mais bem-sucedida de todas, com arrecadação total de US$ 2.797 bilhões, como conta o portal Omelete.

Como podemos perceber, a sequência de Top Gun tem todos os ingredientes necessários para obter críticas favoráveis e ser um êxito em termos de audiência. Nós, enquanto isso, aguardamos. Com a certeza de que, se o filme realmente for lançado em 23 de dezembro, nosso presente de Natal já está garantido.

Transporte sobre trilhos

Confira a situação das linhas metro ferroviárias em São Paulo na aba “Metrô Agora” e “CPTM Agora” do Rede Noticiando e já saia de casa sabendo se tem alguma alteração ou falha.

Caso você seja usuário do Telegram e queira receber nosso conteúdo em primeira mão, se inscreva no nosso canal, o Rede Noticiando.

E se você for estudante da capital e utiliza o Bilhete Único Estudantil e ainda não renovou, tem dúvidas? Não perca tempo! Confira nossa matéria sobre como renovar seu benefício e tire todas as suas dúvidas.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.