Os contratos referente a licitação dos ônibus finalmente foram assinados pelo prefeito Bruno Covas.

A Prefeitura de São Paulo finalmente assinou os 32 contratos referentes a licitação dos ônibus na cidade. O certame foi realizado em meio a uma greve de motoristas e cobradores, além das polêmicas envolvendo a redução de ônibus em circulação e as verbas para as empresas que tiverem os repasses da remuneração adiantados em três dias para pagarem a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) dos trabalhadores.

A gestão Covas havia assinado anteriormente os contratos com prazos de 20 anos e depois fez aditivos para modificar para 15 ano. O prazo de 20 anos foi considerado inconstitucional pela justiça paulista e o certame acabou sendo barrado.

Agora, a prefeitura assinou os 32 contratos com validade de 15 anos e finalmente vai poder dar início a mudanças mais profundas no sistema, como a proibição da circulação de veículos ano/modelo 2008, o que antes, era permitido nos contratos emergenciais.

Segundo a SPTrans, cerca de 1000 veículos operam nestas condições e agora podem deixar as ruas.

A retirada de ônibus do sistema, com risco iminente de cortes nos empregos, foi um dos motivos da greve que atingiu a cidade de São Paulo nos dias 5 e 6 de setembro.

A Prefeitura disse por meio de nota que suspendeu a redução na frota.

”A Prefeitura também suspendeu a redução da frota de ônibus e manteve as conversas para evitar demissões de cobradores, que passarão por cursos de reciclagem para serem aproveitados em novas funções nas empresas”.

O secretário de Mobilidade e Trasportes da capital, Edson Caram, falou que as exigências as empresas continuam as mesmas previstas pelo contratos de 20 anos, mas que as viações terão de agilizar invetimentos, como a troca de ônibus a diesel por menos poluentes.

Vale lembrar que a lei que prevê a redução da poluição pelos ônibus continua vigorando.

Melhorias no novo sistema

O edital prevê uma série de melhorias obrigatórias no sistema, como a chegada de ônibus mais modernos com ar-condicionado, Wi-Fi, entrada USB e também motores menos poluentes. A contratação também traz segurança jurídica à rede municipal de transporte, pois permitirá o encerramento dos contratos emergenciais.

Com a nova rede, os ônibus vão alcançar mais ruas e a cobertura das vias atendidas aumentará dos atuais 4.680 quilômetros para 5.100 quilômetros. Além disso, a área atendida por ônibus será maior (9%), o que beneficiará milhares de usuários que passarão a caminhar menos para chegar a seus pontos de parada. As mudanças terão início um ano após a assinatura dos contratos e serão realizadas de forma gradativa, levando até três anos para sua conclusão.

Haverá mais veículos maiores, o que ampliará a capacidade de transporte de passageiros, o equivalente a 10% de crescimento na oferta total. Será possível atender um número maior de passageiros com intervalos menores do que os praticados atualmente.

“Desde 2013, o primeiro ano da gestão passada, a cidade vivia com contratos emergenciais e isso ajudou a sucatear o sistema, prejudicando a população de São Paulo”, explica o prefeito.

“Com esse novo contrato, podemos ter um planejamento de longo prazo, a reorganização do sistema, a modernização da frota e, claro, isso também permite às empresas terem um melhor fluxo de caixa, a se planejar melhor, porque têm a receita garantida pelos próximos 15 anos”, explicou o prefeito Bruno Covas.

SPTrans

Para ficar por dentro das últimas notícias da SPTrans como alterações de linhas de ônibus, entre outras notícias, clique aqui.

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Igor Roberto

Sou profissional e estudante de enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.