agosto 9, 2020

O Governo de São Paulo pode ampliar o contrato de concessão da Metra, concessionária que opera o Corredor ABD, em troca da implantação do “BRT Metropolitano ABC Paulista”, corredor de ônibus com vias expressas que substituíra a Linha 18-Bronze.

Parece ironia, já que a Metra seria a maior prejudicada pela implantação da Linha 18-Bronze do monotrilho, e agora, ela pode herdar o corredor de ônibus do tipo Bus Rapid Transit (BRT) que foi colocado como uma alternativa mais barata e rápida no quesito obras.

A informação sobre essa intenção consta no Plano de Negócios da EMTU para 2020, empresa do governo de São Paulo que gerencia as linhas de ônibus municipais e o VLT da Baixada Santista.

Inicialmente a proposta de investimentos elaborada pela EMTU/SP para 2020 previa a solicitação de recursos por meio da Ação Orçamentária 2616, para a contratação dos Projetos e Desapropriações para a implantação do modal.

Entretanto, a Proposta Orçamentária de 2020, da secretaria da Fazenda e Planejamento encaminhado à Alesp, não contemplou recursos suficientes do Tesouro do Estado para o BRT. Na ocasião, apenas simbólicos R$ 10 reais foram colocados à disposição, uma forma de permitir que o governo faça remanejamentos de outros projetos, caso necessário.

Agora, a EMTU está estudando a possibilidade de repassar o projeto para a Metra, mediante uma renegociação em que a concessão do Corredor ABD seria ampliada tendo em contrapartida o investimento privado no BRT.

Um grupo foi instruído visando viabilizar a execução do empreendimento por meio de parcerias com investimentos da iniciativa privada. Um dos meio, citados neste texto conforme falamos é a prorrogação da concessão da Metra.

Caso seja concretizado esta parceria com a prorrogação da concessão da Metra, a operadora vai ampliar seu domínio no transporte público no ABC Paulista e para o gestão de João Doria um alívio. Já que será uma forma de economizar recursos públicos ao não precisar investir em um transporte, já que a iniciativa privada o fará.

BRT Metropolitano ABC Paulista

Após a gestão Doria descartar a implantação do monotrilho da linha 18-Bronze, o governo de São Paulo colocou como alternativa o corredor de ônibus do tipo Bus Rapid Trasit (BRT).

O BRT Metropolitano ABC Paulista, nome dado ao modal, promete ligar as regiões de Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul até as estações Tamanduateí (Linha 2-Verde do Metrô e 10-Turquesa da CPTM), e Sacomã (Linha 2-Verde do Metrô) na capital paulista.

Ainda não há um prazo definido para sua implantação, porém, estima-se que fique pronto até 2022.

*Com informações do ViaTrólebus

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.