A Prefeitura de São Paulo suspendeu os serviços do ônibus sob demanda via aplicativo, o UBus da Metra, na terça-feira, 1 de outubro. A prefeitura classificou o serviço como “clandestino”, pois não tinha autorização para circular na cidade.

A Metra, responsável pela linha 376, informou que possui todas as autorizações para circular entre São Bernardo, no ABC Paulista à Zona Sul de São Paulo. Segundo eles, todos os veículos são novos e estão em perfeitas condições para operar. A Metra afirma que os ônibus da frota chegaram a ser apreendidos e retirados de circulação.

A Metra e o aplicativo UBus possuem autorização da EMTU para circular. No entanto, a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT) diz que a autorização da EMTU não significa que os ônibus possam rodar pelo município de São Paulo.

Já a UBus informou que é “apenas uma empresa de tecnologia, criada para fazer a ponte entre passageiros e operadoras de transporte legalizadas” e que cabe à concessionária prestar todo o serviço de transporte.

Segundo o aplicativo, para uma empresa “se tornar parceira da UBus, a operadora deve ter a concessão pública na área de transporte coletivo e toda a documentação necessária para exercer a atividade, como é o caso da Metra, na linha 376″.

Ubus da Metra

O serviço começou a funcionar no último dia 25 de setembro, na Grande São Paulo, no Corredor 376-SBC. Eles saíam do Terminal Metropolitano de São Bernardo em direção a Avenida Luís Carlos Berrini, na Zona Sul da capital. Os passageiros podiam escolher onde querem embarcar e desembarcar.

O valor é único, R$ 14,50, ou três vezes mais que a tarifa dos ônibus da Empresa Metropolitana de Transporte Urbano (EMTU) que fazem o mesmo percurso, ao custo de R$ 4,80.

Os passageiros podiam reservar as poltronas e pagar a tarifa pelo celular. Os ônibus têm wi-Fi e ar-condicionado.

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.