agosto 9, 2020

A SPTrans informou que não deve alterar a frota de ônibus na cidade de São Paulo antes da reabertura dos serviços da fase amarela.

A SPTrans, empresa que gerencia o transporte público na capital paulista, informou na sexta-feira, dia 26 de junho, que não deve alterar a frota de ônibus da cidade de São Paulo antes da reabertura dos serviços que ocorrerá na fase amarela, que permite que salões de beleza, restaurantes e bares retornem às suas atividades. No entanto, passageiros que utilizam o transporte público reclamam de superlotação nos horários de pico.

Desde quinta-feira, dia 25, a Prefeitura de São Paulo retirou cerca de 988 ônibus das ruas, o que representa uma diminuição da frota de quase 8,5%. Os ônibus passaram de 11.779 para 10.791.

Segundo a gestão municipal, antes da pandemia, o sistema transportava 3 milhões e 300 mil pessoas, por dia. Com o isolamento social, a capacidade do transporte público da capital foi reduzida para 1 milhão e 300 mil passageiros, por dia, número que vem sendo mantido, de acordo com a SPTrans. A empresa diz que a redução da frota foi adotada em linhas que tem oferta de ônibus maior que a procura de passageiros, no entanto, quem usa o transporte relata que é impossível manter o distanciamento dentro dos ônibus, muito menos um lugar pra sentar.

Com a mudança da capital para a fase amarela anunciada na última sexta-feira, dia 26, restaurantes, bares e salões de beleza poderão reabrir, além dos shoppings, que poderão atender duas horas a mais por dia, passando o expedindo diários de 4h para 6h. A expectativa é que, com isso, o número de passageiros aumente ainda mais.

Reclamações

Mesmo com as reclamações dos passageiros, a a SPTrans informou que não deve ter alteração no sistema de ônibus antes da reabertura dos serviços que ocorrerá na fase amarela. O órgão diz que continua monitorando a demanda de passageiros para realizar ajustes operacionais se constatada a necessidade.

Metrô e CPTM

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos informou que esta semana o número de passageiros caiu 65% e que monitora o sistema. Ainda, segundo a pasta, é possível colocar mais trens nas linhas para evitar aglomerações. A Secretaria disse ainda que a retomada das atividades prevê a circulação de trabalhadores fora dos horário de pico.

*Com informações do G1

SPTrans

Para ficar por dentro das últimas notícias da SPTrans como alterações de linhas de ônibus, entre outras notícias, clique aqui.

Transporte sobre trilhos

Confira a situação das linhas metro ferroviárias em São Paulo na aba “Metrô Agora” e “CPTM Agora” do Rede Noticiando e já saia de casa sabendo se tem alguma alteração ou falha.

Caso você seja usuário do Telegram e queira receber nosso conteúdo em primeira mão, se inscreva no nosso canal, o Rede Noticiando.

E se você for estudante da capital e utiliza o Bilhete Único Estudantil e ainda não renovou, tem dúvidas? Não perca tempo! Confira nossa matéria sobre como renovar seu benefício e tire todas as suas dúvidas.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.