novembro 29, 2022

Entre as 39 cidades da região metropolitana de São Paulo, apenas 5 confirmaram o aumento no valor da tarifa dos ônibus em 2020.

A maior parte das cidades da Grande São Paulo decidiu não reajustar a tarifa dos coletivos em 2020, ano de eleições municipais.

Entre as 5 cidades que reajustaram o valor da tarifa estão: a capital, Caieiras, Franco da Rocha, Mairiporã e Francisco Morato.

Outras 26 cidades optaram por não repassar a inflação, enquanto outros 4 municípios ainda não decidiram se irão ou não aumentar. Outras duas cidades não há tranporte público e duas prefeituras não retornaram o contato da reportagem do telejornal SP2.

Em Franco da Rocha e em Caieiras, o reajuste foi acima da inflação medida pelo IPCA – de R$ 4,60 para R$ 4,80. Os moradores reclamam que pagam caro para trajetos curtos.

Em outras duas cidades a passagem também subiu: em Francisco Morato, foi de R$ 4,45 para R$ 4,60, reajuste em linha com a inflação, e em Mairiporã, um aumento de R$ 4,45 para R$ 4,70, alta de quase 6%.

Os municípios de Osasco, Santana de Parnaíba, Vargem Grande Paulista, Barueri, Carapicuíba, Araçariguama, Cotia, Itapevi, Jandira, Pirapora do Bom Jesus e Guarulhos estão entre aqueles que optaram por não aumentar o valor da tarifa dos ônibus.

*Com informações do telejornal SP2

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Ruan Filipe

Estudante, fã de games e de astronomia. Sou auxiliar de redação do Rede Noticiando e aqui trarei assuntos sobre mobilidade e tecnologia.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *