setembro 27, 2020
METRÔ SP

Confirmada greve no Metrô de São Paulo nesta terça-feira, dia 28

A greve no Metrô de São Paulo foi confirmada há pouco pelo Sindicato dos Metroviários de São Paulo.

A decisão foi tomada na noite desta segunda-feira, 27 de julho, durante uma assembleia virtual da categoria.

Ao todo foram 2436 votantes, entre os quais, 73% optaram pela greve.

Greve com catraca livre

A entidade propôs ao Metrô que ao invés de paralisar a circulação dos trens, trabalhassem com as catracas livres e sem a cobrança de tarifa, entretanto, a Companhia e o Governo do Estado recusaram.

Metroviários vem buscando negociação, porém, sem sucesso

O site Diário do Transporte trouxe algumas informações sobre a negociação entre o sindicato e o Metrô de São Paulo. Entre elas estão:

  • Redução da hora extra de 100% para 50%;
  • Fim do adicional de periculosidade dos Operadores de Trem e Agentes de Segurança;
  • Redução do adicional noturno de 50% para 20%;
  • Fim do auxílio-transporte da complementação salarial, entre outros.
  • A entidade pede ainda o corte dos “super salários” da companhia, principalmente da diretoria

Nota do sindicato:

Nota do Metrô

“O Metrô lamenta a decisão tomada pelo Sindicato dos Metroviários de decretar greve e prejudicar o transporte de milhares de passageiros nesta terça-feira, 28 de julho, durante uma pandemia. O Metrô acionará seu plano de contingência para minimizar os transtornos à população”, disse a Companhia em nota.

Atenção as linhas afetadas pela greve

Portanto, nesta terça-feira, 28 de julho, a circulação dos trens das linhas 1-Azul (Jabaquara-Tucuruvi), 2-Verde (Vila Prudente-Vila Madalena), 3-Vermelha (Corinthians/Itaquera-Palmeiras/Barra Funda) e 15-Prata (Vila Prudente-São Mateus) será afetada.

Sindicato suspende greve após receber nova proposta do governo de São Paulo

A greve no Metrô de São Paulo marcada para essa terça-feira, 28 de julho, foi suspensa pelos metroviários após a categoria receber uma carta do secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em nome do Governo do Estado, que apresentou uma nova proposta no final da noite desta segunda-feira, dia 27.

Votaram 1.754 trabalhadores: 324 pela manutenção da greve, 1.399 (79,76%) pela suspensão do movimento e 31 se abstiveram. O resultado da assembleia foi postado em rede social no início desta madrugada.

Às 7h23, segundo a assessoria de imprensa do Metrô as linhas operavam da seguinte forma: 1-Azul de Jabaquara até Tucuruvi (exceto Santa Cruz), 2-Verde de Vila Prudente até Clínicas, 3-Vermelha de Corinthians-Itaquera até Barra Funda e 15-Prata aberta totalmente entre Vila Prudente e São Mateus.

Nota do Sindicato dos Metroviários de São Paulo anuncia fim da greve — Foto: Reprodução / Facebook / Sindicato dos Metroviários de São Paulo

Todas as estações do Metrô são reabertas nesta terça-feira, dia 28

Após o sindicato dos metroviários suspender a greve no Metrô marcada para essa terça-feira, 28 de julho, em uma assembleia extraordinária, a assessoria de imprensa da Companhia informou que às 07h26 todas as estações foram reabertas.

Transporte sobre trilhos

Confira a situação das linhas metro ferroviárias em São Paulo na aba “Metrô Agora” e “CPTM Agora” do Rede Noticiando e já saia de casa sabendo se tem alguma alteração ou falha.

Caso você seja usuário do Telegram e queira receber nosso conteúdo em primeira mão, se inscreva no nosso canal, o Rede Noticiando.

E se você for estudante da capital e utiliza o Bilhete Único Estudantil e ainda não renovou, tem dúvidas? Não perca tempo! Confira nossa matéria sobre como renovar seu benefício e tire todas as suas dúvidas.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

  1. Anônimo says:

    Sindicatos só sempre pra isso prejudicar a população enquanto seus dirigentes ficam cheios de dinheiro, sofre quem não é da categoria, e é roubado quem é da categoria que triste

  2. Anderson says:

    Sempre esse papinho de propôs catraca livre e recusaram. Paralisação também não é autorizada e eles param. É muita cara de pau. Vão na fé, parem mesmo, usem a população como refém. Assim só ganham apoio pras privatizações. O governador agradece.

    • Quando os caminhoneiros pararam gerando um prejuízo muito maior possívelmente vc apoio pa caras né….

  3. Cadê o governador Doria, para impedir essa greve? Virou ministro da saúde, que não apresenta uma solução, só saber prorrogar a quarentena. Vão colocar a população que se utiliza do metrô dentro dos ônibus lotados da operação Paese? Com o dinheiro dos impostos que não param de ser recolhido, poderiam dar uma solução para o transporte público. Lamentável Sr governador e dirigentes do Metrô. Vamos ver qual o distanciamento que irão conseguir praticar dia 28. É o caos de novo em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.