agosto 9, 2020

A CCR aprovou na sexta-feira passada o novo estatuto da companhia e agora vai mergulhar no setor de concessões públicas. Na lista dos primeiros alvos estão as linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Os editais para concessão das duas linhas deve sair até o final do primeiro trimestre deste ano.

O projeto de Parceria Público-Privada ainda em formatação pelo governo paulista, prevê a modernização das estações, além de outras melhorias que deverão ser apresentadas pela futura concessionária e que serão detalhadas com o edital lançado.

A linha 8-Diamante (Júlio Prestes-Itapevi-Amador Bueno) e 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú com uma futura extensão até o Varginha em construção) são consideradas as mais lucrativas da rede da CPTM.

Em São Paulo, o Grupo CCR por meio das concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade são responsáveis pela operação e manutenção das linhas 4-Amarela (São Paulo-Morumbi/Luz) e 5-Lilás (Capão Redondo-Chácara Klabin) de metrô.

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

    • Exatamente, o que é bem pior. Afinal se não estiver em contrato, não se compra trens, não se constrói mais linhas. Ou seja, está indo pro privado pro estado continuar custeando tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.