O retorno das aulas no Estado de São Paulo será em setembro e vai funcionar com rodízio de alunos.

O governo de São Paulo anunciou, no início da tarde desta quarta-feira, 24 de junho, a retomada das aulas presenciais a partir do dia 8 de setembro. O plano prevê um retorno de geral, em conjunto para todas as cidades, e considera que na data estimada, o estado estará na fase amarela de flexibilização da economia há 28 dias.

De acordo com o secretário estadual de Educação, as orientações são válidas para todo o sistema educacional, desde a educação infantil até o ensino superior.

“É importante falar aqui que este protocolo não é para rede estadual e, sim, para o sistema educacional do estado de São Paulo, desde a educação infantil até o ensino superior, que somam esses 13,3 milhões, incluindo o que a gente chama de educação suplementar aqui, que são cursos de inglês, e outros cursos livres que são propostos por inúmeras instituições”, disse o secretário de Educação, Rossieli Soares.

Plano de retomada das aulas presenciais no estado de São Paulo — Foto: Divulgação/Governo de SP
Plano de retomada das aulas presenciais no estado de São Paulo — Foto: Divulgação/Governo de SP

De acordo com o secretário, a retomada das aulas presenciais será feita em três etapas, com o crescimento gradual do número de alunos em sala de aula.

A primeira etapa estabelece um retorno de até 35% do público para garantir um distanciamento de 1.5 metro. O distanciamento tem exceções, como é o caso da educação infantil, nas creches, já que não há como aplicar a medida entre bebês.

“Esta regra, ela é fundamental, ela é, como eu estou chamando, de uma regra de ouro para ser cumprida por todas as instituições. Isto vale, logicamente com alguma exceção para a educação infantil, como já destacamos, isso vale pra todas, rede municipal, rede estadual e redes privadas, em todas as instituições”.

Plano de retomada das aulas presenciais no estado de São Paulo — Foto: Divulgação/Governo de SP
Plano de retomada das aulas presenciais no estado de São Paulo — Foto: Divulgação/Governo de SP

Na segunda etapa, 70% dos alunos voltam às escolas para as aulas presenciais e na terceira etapa, 100% de ocupação das salas.

“Na etapa 2, nós migraremos então para 70%, e na verdade a etapa 3 é o novo normal, é quando todos já retornaram à escola e nós estamos próximos deste novo normal, com os novos cuidados, novos aprendizados”, defendeu o secretário.

Além do reabertura gradual, a gestão estadual estabeleceu uma série de protocolos. Dentre eles, a organização dos horários de entradas e saídas, evitando aglomeração, e preferencialmente fora dos horários de pico do transporte público.

“Ainda temos uma recomendação importante de que os intervalos e recreios devem ser feitos sempre em revezamento de turmas com horários alternados, ainda que na etapa 1, que tenhamos menos alunos, não pode ser um intervalo onde todos estarão juntos no mesmo horário”, disse Rossieli.

Plano de reabertura da educação no Estado de São Paulo (Foto: Divulgação/Governo de São Paulo)

As atividades de educação física também deverão manter distanciamento e ocorrer, preferencialmente, em áreas livres.

Rede municipal de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo não pretende reprovar nenhum aluno da rede municipal de ensino neste ano. Esse é um dos pontos principais do planejamento para a retomada das atividades presenciais das escolas da capital paulista.

Outra ideia, também em estudo, é a de reposição de aulas aos sábados e nos meses de dezembro e janeiro. Quanto ao protocolo sanitário, além da medição de temperatura de alunos e professores, a prefeitura vai comprar kits individuais com máscaras, sabonete e copo.

As turmas serão divididas para que o distanciamento entre as carteiras seja respeitado. O horário do intervalo também será dividido para que não haja aglomeração e as merendas serão distribuídas em marmitas embaladas individualmente.

Ainda não há data definida para a volta às aulas na rede municipal de São Paulo.

Transporte sobre trilhos

Confira a situação das linhas metro ferroviárias em São Paulo na aba “Metrô Agora” e “CPTM Agora” do Rede Noticiando e já saia de casa sabendo se tem alguma alteração ou falha.

Caso você seja usuário do Telegram e queira receber nosso conteúdo em primeira mão, se inscreva no nosso canal, o Rede Noticiando.

E se você for estudante da capital e utiliza o Bilhete Único Estudantil e ainda não renovou, tem dúvidas? Não perca tempo! Confira nossa matéria sobre como renovar seu benefício e tire todas as suas dúvidas.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Igor Roberto

Paulistano, empreendedor e pai. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana, transporte público e cinema. É o criador do site Rede Noticiando. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@noticiando.net
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.