março 8, 2021

A extensão da Linha 2-Verde do Metrô de São Paulo entre as estações Vila Prudente e Penha deve receber um reforço, tanto nos trens, quanto no espaço físico (estacionamento) para recebe-los.

Mapa com as futuras estações da expansão da Linha 2 até a Penha

De acordo com um relatório de empreendimentos do Metrô datado de novembro de 2019, o Metrô de São Paulo deve ganhar o reforço de 22 novos trens e, o pátio do Tamanduateí deve receber obras para ser ampliado.

O intervalo entre as composições deve ser reduzido para 100 segundos e o fluxo de passageiros deve superar a marca de 1 milhão por dia.

Dados apresentados no relatório sobre a expansão da Linha 2 até a Penha

As obras de expansão da linha 2 até a Penha estão previstas para começar no primeiro semestre de 2020.

O grupo chinês PowerChina se juntou a empreiteira Mendes Júnior para tocar os trabalhos de expansão, o que destrava e viabiliza a retomada dos trabalhos.

Relatório de empreendimentos do Metrô de São Paulo

Caso você estiver interessado em ler o relatório completo e ter acesso a essa e outras informações, clique neste link que será direcionado ao documento na íntegra.

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Ruan

Sou estudante, auxilar de redação e criador de conteúdo do Rede Noticiando. Games e música estão entre meus temas favoritos.

Posts relacionados

  1. José Carlos Daltozo says:

    1) Deveriam esticar a linha 2 da VILA MADALENA até as proximidades do CEAGESP.

    2) Na linha 2, não me conformo com a estação Consolação, que só tem entradas e saídas num dos lados da plataforma, perto da rua Augusta. Deveria ter outra entrada-saída no final da plataforma da estação Consolação. As estações Brigadeiro e Trianon tem várias entradas-saídas… porque a Consolação só tem uma? Ou pelo menos, uma entrada-saída no meio daquele longo túnel entre as estações Consolação e Paulista (da linha amarela). Esse longo túnel de pedestres entre as duas estações, estreito e tortuoso, é um descalabro, os engenheiros que projetaram a estação Paulista da linha amarela deveriam tê-la feito embaixo ou colada à estação Consolação e não tão distante como é hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.