abril 1, 2020

Na tarde desta quinta-feira, 16 de janeiro, um grupo de vendedores ambulantes atacaram dois agentes de atendimento e segurança da concessionária ViaMobilidade, responsável pela operação e manutenção da linha 5-Lilás de metrô.

O caso aconteceu na área do terminal de ônibus, anexo à estação Capão Redondo. Os seguranças foram agredidos após realizarem uma apreensão de mercadoria irregular.

Nas redes sociais, um vídeo foi publicado e mostra o momento exato da confusão. Confira abaixo:

[Vídeo removido à pedido de uma das vítimas]

Segundo a ViaMobilidade informou, os agentes ficaram feridos e o caso foi registrado em Boletim de Ocorrência na Delegacia do Metropolitano (Delpom).

“A venda de produtos nas dependências das estações e nos trens sem autorização da administração do sistema é irregular e amparada pelo Regulamento dos Transportes Ferroviários, estabelecido através do Decreto Nº 1.832/1996. O artigo 40 do decreto estabelece: “É vedada a negociação ou comercialização de produtos e serviços no interior dos trens, nas estações e instalações, exceto aqueles devidamente autorizados pela Administração Ferroviária”– finalizou a concessionária em nota ao Rede Noticiando.

A guerra entre a segurança x ambulantes

A “guerra” entre ambulantes e agentes de segurança não está somente liga as empresas ligadas ao governo de São Paulo, leia-se Metrô e CPTM, agora temos esse caso registrado em uma linha operada pela iniciativa privada.

De ambos os lados as pessoas perdem e a pergunta que fica “no ar” é: Até quando isso?

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

  1. É coisa de gang isso aí. Se denominam trabalhadores, na vdd são uma quadrilha. A origem da maioria dessas mercadorias é ilícita. Quem compra estimula o roubo de carga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.