A equipe do governador de São Paulo, João Doria, estuda a concessão das marginais Pinheiros e Tietê para a iniciativa privada. A informação foi dada por representantes do governo durante a 237° Reunião Ordinária do Conselho Diretor do Programa Estadual de Desestatização.

O encontro ocorreu na última terça-feira, 5 de fevereiro.

“Manifestação de Interesse Privado/MIP relativa a uma proposta de PPP de Concessão Administrativa das Marginais dos Rios Pinheiros e Tietê. Tal proposição seria de interesse do Governo do Estado e será avaliada sua viabilidade”, informou o secretário de Transportes e Logística, João Octaviano Machado Neto, na ata que foi publicada neste sábado, dia 9 de fevereiro.

Durante o encontro, não foi discutido sobre qual seria a contrapartida ao setor privado, como por exemplo, a instalação de praças de pedágios ao longo das vias.

João Doria quando prefeito defendia um projeto de concessão, cujo a empresa ganharia recursos por meio de publicidade.

Leia também

Rede Noticiando participou na noite desta terça-feira, 5 de fevereiro, de uma reunião com o Presidente do Metrô de São Paulo, Silvani Pereira. Confira a série de notícias sobre esse encontro:

– Presidente do Metrô fala em aposentar os trens da frota E caso Leasing seja viável

– Protocolos e procedimentos de segurança serão revisados diz presidente do Metrô

– Processo de licitação sobre as linhas 6-Laranja e 17-Ouro já estão sendo preparados, diz presidente do Metrô

– Presidente do Metrô fala sobre a instalação de portas de plataforma e a conclusão da implantação do sistema CBTC

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Dayane Priscila

Estudante de Desenvolvimento de Sistemas. Mini bibliotecária (Tributo, Semi-deusa, selecionada). Fotógrafa aspirante e amante de astronomia.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.