A Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou um projeto de lei que autoriza o governo a contrair até R$ 603 milhões para realizar as desapropriações necessárias para que as obras da futura Linha 18-Bronze possam ser iniciadas.

Embora um projeto de lei do próprio executivo, foi preciso uma emenda de um deputado da oposição (Teonilio Barba, do PT), para que o monotrilho do ABC Paulista fosse incluído no texto, que tratava de valores de desapropriação para as linhas 13, da CPTM, e 15, do Metrô. Apesar disso, segundo o jornal Diário do Grande ABC, o líder do governo, Carlão Pignatari (PSDB), afirmou que o governador João Doria deverá sancionar o projeto.

A autorização por parte da Alesp já existe desde 2015, entretanto, o governo na época não conseguiu empréstimos porque a União o considerava incapaz de assumir dívidas. O impasse durou anos e só foi resolvido no final de 2017 com a mudança dos critérios do Tesouro Nacional, que passou a considerar o estado de São Paulo, capaz de receber financiamentos. O governo federal é avalista das unidades federativas e por isso pode vetar um empréstimo.

Contratada em 2014, a Linha 18-Bronze é uma PPP plena, que envolve a construção e operação do modal de monotrilho por um percurso de 14 km e 14 estações entre São Bernardo do Campo e a estação Tamanduateí, na região de Vila Prudente, passando por Santo André e São Caetano. A concessionária VEM ABC venceu a licitação e tem mantido interesse em tocar o projeto, apesar do enorme atraso. Não se sabe, porém, se a empresa Scomi, contratada pela concessionária para fornecer o material rodante, conseguirá cumprir sua parte no projeto já que passa por sérios problemas financeiros.

A gestão Doria já deu sinais que pode mudar o projeto de monotrilho para Veículos Leve Sobre Trilhos (VLT) ou BRT. São sistemas menores e com intervenções viárias mais graves na região, que já sofre com altos índices de congestionamentos.

O governo corre contra o tempo porque o decreto de desapropriação completará cinco anos até o final de 2019 e irá caducar, ou seja, perderá validade. Com isso será preciso recomeçar todo o processo, o que pode atrasar ainda mais a promessa de levar o Metrô para o ABC Paulista.

Leia também

Rede Noticiando participou na noite desta terça-feira, 5 de fevereiro, de uma reunião com o Presidente do Metrô de São Paulo, Silvani Pereira. Confira a série de notícias sobre esse encontro:

– Presidente do Metrô fala em aposentar os trens da frota E caso Leasing seja viável

– Protocolos e procedimentos de segurança serão revisados diz presidente do Metrô

– Processo de licitação sobre as linhas 6-Laranja e 17-Ouro já estão sendo preparados, diz presidente do Metrô

– Presidente do Metrô fala sobre a instalação de portas de plataforma e a conclusão da implantação do sistema CBTC

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Igor Roberto

Profissional e estudante de enfermagem, pesquisador, analista financeiro e de mídias sociais. A informação é o meu esporte!
Siga-me:

Posts relacionados

  1. Stella Hartmann says:

    Meu nome é Stella, estou usando esta oportunidade para informar a todos como consegui meu empréstimo de 50000 Euros de uma mulher que me ajudou no mês de 4 de fevereiro de 2019. Fui enganado por 2 credores no ano de 2018 até que um amigo de meu todo conseguiu um empréstimo de 20000 euros desta mulher me apresentou a ela e com boa fé e coragem eu decidi aplicar novamente em 31 de janeiro, mas para minha maior surpresa minha conta foi creditada em 04 de fevereiro com a quantia de 50000 euros que eu Requeridos. Qualquer pessoa que precise de um empréstimo neste 2019 deve entrar em contato com essa mulher por meio deste e-mail: JOYCESMITHLOANLENDERCOMPANY@GMAIL.COM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.