A manhã desta terça-feria, 22 de janeiro de 2019, não foi nada fácil para os passageiros que utilizam o transporte sobre trilhos em São Paulo.

Por volta das 07h21 a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) informou que por motivo de falha no trem, a circulação de todos os trens na Linha 1-Azul estava alterada. Os trens circulavam com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as estações Jabaquara e Tucuruvi.

Às 07h38 o Metrô alterou o motivo da falha para ”interferência na via”.

O Metrô chegou a restringir o acesso dos passageiros em todas as estações da linha 1-Azul, com o objetivo de reduzir o fluxo de usuários nas plataformas.

Às 8h00 as estações Jabaquara, Conceição e São Judas foram fechadas. Entre Saúde e Tucuruvi os trens permaneceram circulando com velocidade reduzida. Na ocasião, o Metrô divulgou que a manutenção estava no local atuando, entretanto não tinha estimativa para normalização.

O Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese) chegou a ser acionado para atender o trecho fechado da Linha 1-Azul.

A Linha 3-Vermelha chegou a ser afetada, e os trens circularam com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as estações Corinthians-Itaquera e Palmeiras-Barra Funda devido às restrições operacionais na Linha 1-Azul.

O Metrô informou que a falha foi causada pelo condutor de uma das composições. Ele teria descumprido uma ordem do Centro de Controle Operacional (CCO) tendo continuado o deslocamento.

Nesse movimento, o equipamento de via que alterna os trens de via (o AMV- Aparelho de Mudança de Via) foi atingido e ficou avariado. A equipe de manutenção não conseguiu solucionar a falha, e foi necessário o fechamento das estações.

Segundo o Metrô, o operador do trem deverá ser alvo de uma sindicância e passará por sanções administrativas cabíveis. O nome do funcionário não foi revelado.

O coordenador do sindicato dos Metroviários, Raimundo Cordeiro, criticou o fato de se culpar um operador de trem neste momento. “Não sei se a empresa pode ter esse tipo de posição neste momento”, disse.

Raimundo Cordeiro disse ainda que o que se sabe é que ”um trem se movimentou de forma precipitada”. ”O que levou o trem a se movimentar vai ser apurado”, comentou. Lembrando que o sistema de condução das composições ”tem uma certa automação”. ”O comando para o trem se movimentar é por computador”.

Às 09h19 o Metrô de São Paulo reabriu as estações que estavam fechadas e a circulação dos trens entrou em processo de normalização.

Declaração de ocorrências

No site do Metrô, foi disponibilizada a Declaração de Ocorrências, para os passageiros que precisam justificar o atraso para chegar no trabalho ou na escola. São duas declarações: a primeira referente ao problema na Linha 1-Azul entre 07h21 e 10h05 e a segunda referente ao problema na Linha 3-Vermelha entre 7h27 e 9h17.

Linha 4-Amarela

Os passageiros que utilizam os serviços da iniciativa privada também não ficaram de fora dos problemas no sistema sobre trilhos nesta manhã.

Às 11h29 a ViaQuatro, concessionária responsável pela administração e operação dos trens da Linha 4-Amarela, divulgou que a circulação dos trens estava paralisada entre as estações Luz e São Paulo-Morumbi, entretanto, o motivo não foi divulgado.

Por volta das 11h38, à circulação dos trens foi gradativamente normalizada.

Leia também

– Metroviários de São Paulo podem paralisar atividades no dia 5 de fevereiro

– Agentes de segurança da ViaMobilidade salvam vida de mulher na estação Brooklin

– Expresso Leste deve chegar a Mogi das Cruzes em todos os horários

– Investigação aponta que menino foi atropelado por trem do Metrô quatro minutos após aviso por SMS

– Estado de São Paulo receberá recursos do Governo Federal para modernizar CPTM e expandir VLT

– Dados apontam que estações do Metrô no centro concentram o maior número de roubos.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Igor Roberto

Profissional e estudante de enfermagem, pesquisador, analista financeiro e de mídias sociais. A informação é o meu esporte!
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.