agosto 11, 2020

Alexandre Baldy usou suas redes sociais para informar que está mantido o prazo de operação plena até São Mateus na segunda-feira, dia 6 de janeiro.

A Linha 15-Prata do monotrilho deverá iniciar o horário de funcionamento integral nas três novas estações inauguradas no final de 2019 nesta segunda-feira, 6 de janeiro de 2020. A informação foi dada pelo secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, por meio de suas redes sociais.

Sempre ativo por elas, o secretário respondeu a um dos questionamentos de seus seguidores a respeito dos problemas que o monotrilho tem enfrentando nos últimos dias e se isso afetaria o cronograma de operação integral das estações Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus. Baldy explicou ao seguidor que os reparos para a operação integral estão sendo realizados e que “está mantido” o prazo para segunda, dia 6.

Foto: Reprodução redes sociais/Alexandre Baldy

O Metrô de São Paulo e a Secretaria dos Transportes Metropolitanos até aqui não enviaram ao Rede Noticiando nenhum comunicado oficial sobre o tema. Espera-se que nesta madrugada os reparos pelos quais a Linha 15 está passando sejam finalizados e ai sim, um comunicado “oficial” sobre o tema seja disponibilizado.

Problemas na Linha 15-Prata

Conforme mostrou o Rede Noticiando, o problema está localizando em uma Finger Plate da via 2 próximo a estação São Lucas. Para quem não sabe, trata-se de uma estrutura metálica que existe a cada quatro vigas-trilho e que permita que exista a dilatação do concreto sem que isso afete os pneus dos trens do monotrilho. Em outras palavras, é uma espécie de “ponte” entre cada conjunto de viga-trilho da via.

Em nota ao Rede Noticiando, o Metrô de São Paulo disse que o “desgaste natural” em parafusos ocasionou este problema. “Durante a operação de quarta-feira, 1° de dezembro, foram identificados alguns parafusos localizados nas proximidades de um equipamento de mudança de via que necessitavam de troca pelo desgaste natural. Como a fixação é em concreto, é necessário um tempo de “cura”. A decisão de não interromper a circulação de trens na quarta-feira, foi tomada para que os passageiros não ficassem totalmente sem o transporte público nos dias úteis e utilizar o final de semana para realização do reparo.”

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Dayane Priscila

Estudante de Desenvolvimento de Sistemas. Amante de livros, fotógrafa aspirante e amante de astronomia. Dona do instagram Diário da CPTM
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.