julho 14, 2020

Na tarde desta quarta-feira, 26 de dezembro, uma operação da CPTM em combate ao comércio ilegal de mercadorias acabou gerando um pequeno tumulto na estação Vila Aurora, da Linha 7-Rubi (Brás-Francisco Morato-Jundiaí).

Imagens que circulam pelas redes sociais mostram uma confusão envolvendo vendedores ambulantes e agentes de segurança à paisana. A confusão teve início por volta das 14h30 quando os agentes foram abordar a dupla de vendedores dentro de uma das composições. Já na plataforma, a dupla tentou reagir para recuperar as mercadorias apreendidas, quando neste momento, um dos agentes precisou sacar sua arma para dominar o agressor. A situação deixou passageiros com medo.

Vídeo mostra confusão na estação Vila Aurora

A CPTM por meio de nota ao portal Diário dos Trilhos deu à seguinte declaração:

Nesta quinta-feira (26/12), por volta das 14h30, uma equipe de agentes de segurança realizava ação de combate ao comércio irregular dentro do trem da Linha 7-Rubi, quando identificou alguns ambulantes com mercadoria. Como procedimento, os itens foram apreendidos e os comerciantes ilegais conduzidos para desembarcar na Estação Vila Aurora e deixar o sistema. Neste momento, os ambulantes reagiram na plataforma da estação. Dentre eles, estava um detento com tornozeleira eletrônica. Um ambulante fugiu e o detento foi qualificado. A CPTM vai apurar a conduta dos envolvidos na ocorrência.

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

  1. Enivaldo says:

    Todos sabem que a lei proíbe o comércio ilegal, de qualquer produto nas dependências da CPTM . Pratica o ilícito sabendo o risco que corre. A lei 1832/1996 precisa ser mais rígida, além de punir o vendedor ,deveria fazer o mesmo , punindo o comprador. População precisa conscientizar, e pra isso , é só punindo a rigor o povo , que compactua com tal prática dentro do transporte público. O trem é para transportar pessoas , e não muambas.E parabéns aos agentes que tiveram a atitude de abordar esse infrator.

    • Durvalino says:

      Está com dó leva prá, casa. Não são todos têm alguns,que trabalham para levar os sustentos para.Embora a CPTM, têm mais que valorizar seus agentes que, atualizar dentro legalidades.Agora alguns ambulantes, comercializar,sabem que é proibido.Salvo aqueles (marreteiros) disfarçado de pai família,que vendem para sustentar vícios (drogas)onde os trens viram um verdadeiros lixo.

  2. Anônimo says:

    Todos sabem que a lei proíbe o comércio ilegal, de qualquer produto nas dependências da CPTM . Pratica o ilícito sabendo o risco que corre. A lei 1832/1996 precisa ser mais rígida, além de punir o vendedor ,deveria fazer o mesmo , punindo o comprador. População precisa conscientizar, e pra isso , é só punindo a rigor o povo , que compactua com tal prática dentro do transporte público. O trem é para transportar pessoas , e não muambas.

  3. Como vc sabe q ñ era ambulante?,muitos usam parentes como mulas pra esconder as mercadorias só pra constar.

  4. A população sabe q a mercadoria é roubada, mas não está preocupada com a origem, só em pagar “barato”(q sai caro). Em suas páginas nas redes sociais pedem pra q políticos sejam honestos, eles mesmos não são.

    • Priscila Costa da Silva says:

      como vc sabe que e roubada?vc fala isso q nunca precisou trabalhar assim,falar que e roubada e fácil,se fosse roubada qual.a diferença se perdemos.???NÃO É ROUBADA ,Compramos,temos q andar com a nota fiscal na testa pra vcs ver q foi comprada????afff

  5. Dá a noticia de forma verdadeira, a pessoa que estava sendo enforcada pelo agente não era vendedor ambulante ele estava viajando com a família dele, e o outro agente todo o tempo ameaçou os demais passageiros apontando uma arma de fogo pra qualquer um que tentasse ajudar. Uma puta palhaçada isso tem que acabar. A cptm tem que responder na justiça e pagar caro, por tais atitudes com a qual ela tem sido conivente.

    • Anônimo says:

      Como vc sabe q ñ era ambulante?,muitos usam parentes como mulas pra esconder as mercadorias só pra constar.

    • Vamos trocar uma ideia

      Já fui levado para a delegacia
      Não fiz showzinho nem nada
      Fui abordado, questionado e levado a delegacia para esclarecimento.

      Fiquei algumas horas lá esclareci tudo e fui embora

      Aí o cara quer fazer drama. Para esse mico aí. Tremendo vacilão
      Foi abordado fica calma e resolve

      Teve uma vez que comprei umas mercadorias em SP na 25 e voltando pra casa de trem. Tinha esses cara a paisana. Olharam a sacola eu olhei pra eles e falei é minha, pode olhar abrir e mostrei os produtos. Ponto final

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.