outubro 29, 2020

O valor da passagem dos ônibus na cidade de São Paulo vigente para o ano de 2020 é de R$ 4,40.

No entanto, em razão das mudanças impostas pela prefeitura da capital, gerida por Bruno Covas (PSDB), diversos passageiros do transporte coletivo tiveram dúvidas, principalmente com a mudança no Bilhete Único na modalidade do vale-transporte, em relação ao valor pago.

O Rede Noticiando mostra abaixo a tabela completa das tarifas, incluindo integrações, vale-transporte, meia-tarifa, cartão do idoso e etc.

A SPTrans, gerenciadora do transporte sobre ônibus da capital, colocou em seu site algumas informações adicionais sobre o pagamento da tarifa. Veja abaixo:

  • A tarifa de R$ 4,40, paga com Crédito Eletrônico Comum, permite até quatro embarques em ônibus diferentes, no período de 3 horas.
  • A Tarifa Integrada Comum de R$ 7,65 permite até três embarques em ônibus, no período de 3 horas e um embarque no sistema de trilhos, nas duas primeiras horas.
  • A tarifa de R$ 4,83, paga com Crédito Eletrônico Vale-Transporte (VT), permite até dois embarques em ônibus diferentes, no período de 3 horas.
  • A tarifa Integrada Ônibus + Metrô/CPTM Vale-Transporte de R$ 8,85 permite um embarque em ônibus, em até 3 horas e um embarque no sistema de trilhos nas duas primeiras horas.
  • A tarifa de R$ 2,20, paga com Crédito Eletrônico Estudante, permite até quatro embarques em ônibus diferentes, no período de 2 horas.
  • A Tarifa Mensal dá direito a 10 embarques/dia durante 31 dias corridos.
  • A Tarifa 24 horas dá direito a 10 embarques durante 24 horas corridas.
  • O valor para emissão de segunda via dos cartões é de R$ 30,80, pago em dinheiro (valor equivalente a 7 tarifas de ônibus vigentes).
  • É permitida a aquisição/registro de apenas um Bilhete Único por pessoa, mediante apresentação de um documento, acrescido de uma compra mínima de R$ 22,00 (valor equivalente a 5 tarifas de ônibus vigentes).
  • É permitida a aquisição de apenas um Bilhete Único por pessoa, com cadastrado completo feito previamente no site da SPTrans. Apenas a 1ª via não tem custo e nem recarga mínima.

Em relação ao valor da tarifa em 2021, o prefeito Bruno Covas disse que ainda não está definido e que só deve ser decidido após conversas com o governo do Estado.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.