O secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, havia dito durante a cerimônia de entrega da Estação AACD-Servidor, que dia 20 de setembro, seriam entregues as estações Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin, da Linha 5-Lilás.

Quem passa em frente as instalações das três novas estações notou um ”ritmo acelerado” para o acabamento nas novas paradas, entretanto, segundo apurou o nosso site, o prazo mencionado pelo secretário será postergado. 

A Estação Hospital São Paulo já foi repassada para a ViaMobilidade, porém, para ser oficialmente aberta, necessita de vistoria por parte do Corpo de Bombeiros e dos demais órgãos competentes, além da própria visita técnica que é realizada pelo governador do estado, um dia antes da entrega oficial. Este procedimento é adotado durante a época de eleição.

As estações Santa Cruz e Chácara Klabin são as mais aguardadas pelos passageiros, já que farão conexão com as linhas 1-Azul e 2-Verde.

Postamos neste domingo, 16 de setembro, este vídeo onde mostra o processo de lavagem que a estação Santa Cruz está recebendo, mesmo com o movimento intenso de trabalhadores, a entrega desta nova parada não tem mais data definida.

 

A Estação Campo Belo, segue o cronograma de ser a última estação a ser entregue na Linha 5-Lilás, com previsão para dezembro deste ano.

Vale destacar que desde o início do mês de agosto, a Linha 5-Lilás é administrada pelo consórcio ViaMobilidade. A empresa também fará a operação e manutenção da futura Linha 17-Ouro de monotrilho.

Quando finalmente estiver completa, a Linha 5-Lilás deve transportar diariamente mais de 800 mil passageiros.

Curiosidades sobre a estação Santa Cruz e Chácara Klabin

A Estação Santa Cruz da Linha 5-Lilás tem 41,5 metros de profundidade, divididos em 6 subsolos e conta com 43 escadas rolantes.

Os números impressionam, e com eles, a nova parada da Linha 5-Lilás se torna a estação mais profunda, superando Pinheiros, da Linha 4-Amarela, com 30 metros de profundidade.

Já a Estação Chácara Klabin tem 38 metros de profundidade, e existe apenas um mezanino separando a plataforma da Linha 5-Lilás com a da Linha 2-Verde, esta parada irá contar com 18 escadas rolantes.

Demanda distribuída

Assim que forem de fato entregues, finalmente a Linha 5-Lilás irá se integrar com outras linhas metroviárias, distribuindo a demanda que atualmente desembarca em Santo Amaro e busca seguir viagem a partir dos trilhos da CPTM na Linha 9-Esmeralda para chegar em Pinheiros da Linha 4-Amarela e após todo este caminho, chegar ao centro da cidade.

Com a interligação em Santa Cruz e Chácara Klabin, a tendência é que o público siga viagem pela Linha 5-Lilás, dividindo o fluxo. O público que utiliza os ônibus da SPTrans e da EMTU também devem adotar o ramal para seguir viagem rumo aos seus compromissos.

Frota F

Devido ao processo de modernização que essa frota está recebendo, os 8 trens da frota F encontram-se momentaneamente imobilizados, entretanto, segundo apurou o site, os operadores de trem da ViaMobilidade vão receber nas próximas semanas o treinamento para obter licença de operação deste tipo de série.

Com o prolongamento da Linha 5-Lilás, será necessário o uso destes trens como reforço da frota operacional, que atualmente conta com 26 trens da série 500 (antiga frota P), para manter um intervalo médio entre os trens considerado baixo e aceitável para os padrões de metrô.

Nota da STM:

O Rede Noticiando foi procurado pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos do qual nos encaminhou a seguinte nota:

“As empresas contratadas estão concluindo os últimos trabalhos e ainda este mês as estações Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin, da Linha 5- Lilás de metrô, serão entregues a população. A estação Campo Belo continua prevista para dezembro deste ano”

Leia também

Secretaria dos Transportes Metropolitanos confirma a entrega de novas estações para a Linha 5-Lilás de metrô ainda este mês

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público de São Paulo e Região Metropolitana?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Dayane Priscila

Estudante de Desenvolvimento de Sistemas. Amante de livros, fotógrafa aspirante e amante de astronomia. Dona do instagram Diário da CPTM
Siga-me:

Posts relacionados

  1. Sou usuário da linha 5 Lilás do Metrô e não entendi a bagunça que os técnicos se é que são em organizar os usuários na transferência do trem pra o metrô e Vi e versa , ora temos que ficar a direita ora a esquerda mas não há melhoria nenhuma o povo continua montado nas escadas , principalmente as que dao acesso a plataforma sentido capão redondo. É lamentável o tratamento recebido de quem paga por um serviço sem qualidade nenhuma

    • Anônimo says:

      Verdade Adelmo. Também utilizo a linha lilás . Hoje mesmo tinha um funcionário fazendo parada das pessoas. Parava um sentido para que o sentido contrário pudesse passar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.