Nesta terça-feira, 25 de junho, durante uma audiência na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, falou sobre os rumos que podem tomar o projeto da Linha 18-Bronze.

Baldy falou sobre questões financeiras para justificar os estudos de escolha do meio de transporte, que deve atender a chamada Linha 18-Bronze entre o Tamanduateí e São Bernardo do Campo.

“Ainda não temos concluídos os estudos. Não podemos ainda apresentar o melhor modelo, seja pela continuidade do processo da Linha 18 ou outra modalidade porque não há a finalização desses estudos”, disse o secretário. “Serão apresentados ao governador estudos técnicos do ponto de vista legal, de planejamento, orçamentário e financeiro, para que não tenhamos, em São Paulo, experiências negativas de obras que acontecem no País. Precisamos atualizar, calcular. Isso tudo com critério técnico”, concluiu.

Baldy aproveitou a oportunidade para informar que no dia 30 deste mês a gestão Doria deve divulgar o sistema que irá ser implantado na Linha 18-Bronze. Segue na ”briga” o monotrilho e o corredor de ônibus do tipo Bus Rapid Transit (BRT).

Troca de modal pode ir parar na justiça

Rede Noticiando mostrou que representantes do Consórcio Vem ABC já estudam recorrer ao tribunalem caso de qualquer decisão unilateral que possa ser tomada pelo Governo do Estado de São Paulo.

A troca de modais vem sendo discutida desde o início do governo de João Doria. Atualmente, técnicos da Secretaria dos Trasportes Metropolitanos (STM) têm analisado a proposta, sob a supervisão de Alexandre Baldy a pedido de Doria.

A principal justificativa do governo para a mudança é o considerado alto custo para as desapropriações no traçado do monotrilho. O custo está estimado em R$ 600 milhões.

O diretor-presidente do Consórcio Vem ABC. Maciel Paiva, disse na ocasião que “se houver (a rescisão)…tem de cobrar aquilo que de fato foi gasto durante esses anos posteriores à assinatura do contrato e também aquilo que…deixou de ganhar com a expectativa prevista inicialmente“.

Precisando fazer a recarga do seu Cartão de Transporte?

Você está precisando fazer a recarga do seu Cartão de Transporte? Baixe agora o aplicativo RecargaPay, disponível para os sistemas operacionais iOS e AndroidSem cobrança de taxas, simples e rápido!

Em poucos segundos, você faz a recarga:

  1. Insira os dados do seu cartão, escolha o tipo de recarga que deseja fazer e o valor.
  2. Selecione a melhor opção para pagar sua recarga.
  3. Pra finalizar basta aguardar a confirmação do pagamento.

Depois, você só precisa fazer a liberação dos créditos aproximando o seu cartão de um validador em qualquer máquina de recarga e consulta de saldo de Cartão de Transporte, que ficam nas estações do Metrô, da CPTM e nos terminais de ônibus.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.