fevereiro 25, 2020

A cidade de São Paulo pode ser afetada por uma greve dos ônibus na próxima quarta-feira, 31 de julho. Segundo o Sindmotoristas, sindicato que representa os trabalhadores urbanos da capital paulista, uma decisão sobre o ato deve ser fechada na segunda-feira, dia 29.

A gestão Bruno Covas pode retirar de circulação 260 ônibus do subsistema estrutural, formado pelas empresas mais tradicionais que operam coletivos maiores. Um comunicado que vazou da SPTrans, já mostrava o pedido de adoção da chegada de novos veículos do tipo padron sem o assento e a caixa de valores do cobrador.

Desta forma o Sindmotoristas acredita que pode haver demissões com essa redução de frota.

“A Gestão de Bruno Covas insiste nas mentiras de que não haverá demissão. Mas só na primeira etapa de implantação do projeto, com a redução da frota e do número de cobradores, o sindicato estima que mais de sete mil trabalhadores serão excluídos do sistema. Por outro lado, as empresas adiantaram que não têm dinheiro para as indenizações”, informou o sindicato em seu site.

”Segundo a Prefeitura, os trabalhadores excedentes serão remanejados para as antigas cooperativas, que não respeitam a Convenção Coletiva de Trabalho, ao praticar salários mais baixos e sem benefícios sociais. A direção do Sindmotoristas entende que é uma proposta indecente, trabalhadores das concessionárias não aceitarão emprego nessas condições”, concluiu a categoria.

Além da paralisação, será proposta na assembleia uma passeata dos trabalhadores, passando pela Avenida Paulista, Consolação até à sede da Prefeitura na região central da cidade.

Leia também:

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Dayane Priscila

Estudante de Desenvolvimento de Sistemas. Mini bibliotecária (Tributo, Semi-deusa, selecionada). Fotógrafa aspirante e amante de astronomia.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.