A Linha 2-Verde do Metrô, que tem boa parte do seu traçado passando por baixo da Avenida Paulista, ganhou 50 mil viagens por dia, passando de 701 mil para de 750 mil a 753 mil. O acréscimo se dá pelo fato do ramal fazer ligação direta com a Linha 5-Lilás, que recentemente passou a operar em período integral entre as estações Chácara Klabin e Capão Redondo.

De acordo com uma reportagem do Estadão, a Linha 4-Amarela, registrou queda no número de passageiros no mesmo período. Na transferência com a Linha 2-Verde em Consolação, a queda foi de 7%, já na Estação Pinheiros, onde o ramal faz ligação com a Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), a redução foi de 14%.

Este cenário se formou após a Linha 5-Lilás se conectar com o restante da malha metroviária, que possibilitou a oportunidade dos passageiros realizarem outros trajetos em seus deslocamentos, sem depender exclusivamente do antigo eixo 5, 9 e 4 para ir do extremo sul da cidade para o centro da capital paulista.

A Estação Santa Cruz também ganhou novos passageiros, e o número saltou de 63mil para 108 mil passageiros por dia.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público de São Paulo e Região Metropolitana?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Dayane Priscila

Estudante de Desenvolvimento de Sistemas. Mini bibliotecária (Tributo, Semi-deusa, selecionada). Fotógrafa aspirante e amante de astronomia.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.