novembro 27, 2022

Animais podem ser imprevisíveis, mas é possível fazer com que seus bichinhos de estimação tenham uma convivência pacífica e saudável

Quem gosta de cachorro provavelmente já viveu o dilema entre trazer ou não mais um pet para casa. Quando se tem apenas um, é bem mais fácil ter uma convivência tranquila, já que não existe nenhum outro animal disputando aquele espaço. Contudo, quando a família já tem um cão e traz outro para integrar, nem sempre o que chegou primeiro vai reagir bem à novidade. Quando os dois já são adultos, os problemas podem ser ainda piores, já que animais mais velhos tendem a ser mais territorialistas.

Assim como podemos educar o bichinho e ensiná-lo boas maneiras no dia a dia, também é possível fazer com que dois cachorros se deem bem. Se o novo membro da família for um filhote, esse processo pode ser bem mais fácil, já que cães adultos tendem a aceitar os pequenos com mais facilidade, sendo praticamente um instinto parental. Caso seja um cachorro já adulto, é natural que o primeiro se sinta ameaçado, afinal é um animal estranho invadindo seu território, então para evitar que os dois briguem ou até se machuquem, é importante tomar algumas precauções.

Primeiros contato à distância

Primeiro, nunca deixe os dois cães juntos logo de cara. Nos primeiros dias, o melhor é separá-los em cômodos diferentes com a ajuda de grades e outros objetos que permitam que eles mantenham contato visual, pois isso colabora com o processo de adaptação. Aos poucos, permita que eles se cheirem e interajam no mesmo ambiente, sempre com supervisão para evitar uma briga, se for necessário. Também é essencial saber equilibrar bem a atenção concedida aos dois pets, pois, quando você dedica todo seu carinho para o novato, o mais velho pode se sentir enciumado e ficar ainda mais agressivo.

Integação com atividades

Promover atividades que envolvam ambos os cachorros é a melhor maneira de fazer com que se acostumem com a presença um do outro. Levá-los para passear juntos e brincar com os dois ao mesmo tempo costuma ser uma das formas mais eficazes de instigar essa amizade. Com o tempo, o que começou como uma ameaça acaba se tornando uma companhia para o outro, garantindo uma convivência tranquila para todos.

Caso tenha dificuldades de fazer com que seus cães se entendam, o mais indicado é procurar a ajuda de um profissional formado na faculdade de Medicina Veterinária. Lembre-se que, mesmo que os dois consigam se entender, não é garantido que o mesmo aconteça caso traga um terceiro cachorro para casa. Cada caso é um caso, e essa é uma situação em que, muitas vezes, não temos tanto controle. É importante saber respeitar os limites e sentimentos dos seus pets.  

REDE NOTICIANDO

Siga nossas redes sociais e fique bem informado!

Receba em primeira mão nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram.

Rede Noticiando — A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Follow Me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *