junho 28, 2022

O empreendedorismo é um termo que está em pauta recorrentemente, pois é uma atividade em crescimento.

É possível empreender em todos os mercados imagináveis, como no da odontologia. 

No entanto, como qualquer área, existem algumas especificidades a serem analisadas.

Antes de abrir um negócio de odontologia, uma série de fatores podem impactar o sucesso do empreendimento.

Neste blog, você encontrará os passos iniciais para empreender na odontologia. 

Aproveite e conheça também as profissões de destaque no mercado brasileiro.

Boa leitura!

É difícil empreender na área de odontologia?

Não é uma pergunta difícil de ser respondida, pois empreender nunca é fácil. 

A atividade financeira de investir em um negócio não é fácil, mas, por outro lado, pode ser bastante complicada.

Primeiramente é necessário entender que, para um negócio de odontologia ser lucrativo, será necessário investir nas principais soluções atuais.

A clínica odontológica que vende é aquela com profissionais qualificados, atendimento de alta qualidade e equipamentos de ponta. 

Para realizar tudo da melhor maneira possível, não será necessário apenas contar com um proprietário dentista, mas sim em alguém que entenda sobre o universo administrativo.

Por que empreender na odontologia

A odontologia, assim como outras áreas da saúde, possui alta demanda. 

Isso porque o Sistema Único de Saúde (SUS) não possui suporte adequado para todos os pacientes, fazendo assim com que estes passem a buscar serviços privados.

Além disso, cada vez mais as pessoas têm procurado consultórios odontológicos para realizar procedimentos estéticos.

 As lentes de contato dental e os implantes dentários tem sido muito buscado pelas pessoas.

Outro ponto a se destacar é que existem pessoas que se apegam a uma única clínica e seguem todo o seu tratamento no mesmo lugar. 

Ou seja, há grandes chances de fidelização da clientela, mantendo assim o fluxo de caixa do negócio.

Transformação digital na odontologia

A odontologia tem sido acometida pelas novas tecnologias do mercado. 

Existem diversos equipamentos de alto padrão capazes de facilitar muitos tratamentos odontológicos.

A aparição dessas máquinas tem sido muito positiva para os dentistas e pacientes, visto que o trabalho é facilitado e os resultados são mais precisos. 

Confira os principais benefícios da odontologia digital:

  • Melhores resultados;
  • Procedimentos menos invasivos;
  • Resultados previsíveis;
  • Tratamentos com tempo reduzido;
  • Menos consultas;
  • Procedimentos mais confortáveis.

A transformação digital na odontologia também impacta diretamente a gestão.

Porque foram desenvolvidos sistemas que facilitam o trabalho daqueles que trabalham com cadastro de pacientes, prontuários e outros documentos. 

Como empreender na odontologia:

Veja algumas soluções de negócios odontológicos para se investir:

1 Clínica compartilhada (coworking)

Uma clínica compartilhada pode ser uma solução para economizar. 

É possível dividir os gastos de uma única clínica com vários dentistas.

Ou até mesmo com profissionais de áreas correlatas, como a de harmonização facial.

 No entanto, a diferença é que não há sociedade nesse sentido, mas sim o pagamento de um aluguel pelo espaço.

2 Franquias

As franquias são boas soluções para abrir um negócio com processos já definidos. 

O franqueador possui estrutura organizacional e processos bem estruturados, além de oferecer suporte necessário aos franqueados.

Hoje no mercado existem uma série de soluções para otimizar o trabalho exercido nesse tipo de negócio, como os softwares para franquias

3 Home care odontológico

O home care odontológico é administrado a partir do tratamento odontológico em casa. 

Geralmente, o dentista e os equipamentos necessários para tratamento são deslocados através de uma van, nos períodos contratados pelo paciente.

4 Clube de assinaturas

O clube de assinaturas é um dos últimos modelos de negócio da área odontológica. 

Basicamente, com o pagamento mensal ou anual, o paciente recebe uma série de itens para melhoria da saúde bucal.

Como escovas de dente, cremes dentais e até mesmo vale-consultas ou procedimentos.

Conclusão

Para empreender na odontologia, é necessário iniciar a partir da separação de investimento, também conhecido como capital inicial.

Ainda é preciso separar um dinheiro que consiga sustentar os custos e despesas, enquanto o negócio não atinge o equilíbrio financeiro. 

Essa quantia é chamada de capital de giro.

O próximo passo é entender o público-alvo e então alinhar diversas estratégias, como o marketing, direcionadas para essas pessoas. 

Tudo isso deve ser analisado de acordo com a região da abertura do negócio, que deve ter fácil acesso e contemplar totais condições para execução plena das atividades.

Com esses direcionamentos, será possível dar início ao processo de abertura de um negócio odontológico.

Gostou deste artigo? Também recomendamos a leitura: “Tendências tecnológicas para ficar de olho em 2022”.

REDE NOTICIANDO

Siga nossas redes sociais e fique bem informado!

Receba em primeira mão nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram.

Rede Noticiando — A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Follow Me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.