dezembro 1, 2022

Você já parou para pensar que a poluição tem relação entre a camada de ozônio e as descargas elétricas?

O aumento da poluição provoca também o aumento de tempestades elétricas e a incidência de raios sobre a Terra. Esse fato pôde ser comprovado durante o distanciamento social imposto pela pandemia da Covid 19: durante o isolamento, com a redução da emissão de gases poluentes, ocorreu menor índice de descargas elétricas.

Afinal, qual a relação por trás de tudo isso? É o que vamos explicar neste artigo! Continue conosco e boa leitura!

O que é a camada de ozônio?

A camada de ozônio, ou ozonosfera, é uma camada de gás Ozônio (O3) que envolve o planeta. Essa camada fica localizada na estratosfera, entre 20 a 35 quilômetros de altitude e concentra 90% das moléculas de ozônio.

Essa camada é essencial para a nossa existência, não sendo exagero afirmar que, sem ela, não seria possível a vida em nosso planeta. Vamos entender melhor as razões dessa importância.

O ozônio é um dos gases que compõem a atmosfera, sendo uma forma de oxigênio bastante reativa. Esse gás, na superfície terrestre, é altamente nocivo e tem o poder de agravar a poluição, podendo provocar chuva ácida. 

Porém, sua presença na estratosfera traz muitos benefícios para todos nós, especialmente devido à sua capacidade de filtrar quase 90 porcento dos raios ultravioleta, que são emitidos pelo sol e nocivos para os humanos.

Sem a camada de ozônio, a Terra não conseguiria filtrar os raios ultravioleta, que provocam, entre outros males, o câncer de pele, envelhecimento precoce e danos para a visão e para o sistema imunológico.

Vale lembrar que não são apenas os humanos os atingidos por esses malefícios: os raios ultravioleta também prejudicam a vida marinha e podem provocar graves desequilíbrios ambientais.

Como a poluição afeta a camada de ozônio?

O ser humano vem prejudicando a camada de ozônio já há algumas décadas, e a consequência desse ato pode trazer riscos mortais.

Os maiores inimigos da camada de ozônio são:

  • óxido nítrico (NO);
  • óxido nitroso (N2O);
  • dióxido de carbono ( CO2);
  • clorofluorcarbono (CFC). 

Essas substâncias estão amplamente presentes na poluição, fazendo parte do nosso dia a dia e sendo liberadas sem controle em todo o mundo.

Esses gases nocivos ao meio ambiente são emitidos pela queima de combustíveis fósseis, por indústrias e veículos, produtos em aerossol, equipamentos de refrigeração e na produção de plástico, entre outros.

Como é de conhecimento geral, a poluição vem se intensificando gravemente nos últimos tempos. Se nada for feito para o seu controle, a tendência é que o mundo sofra amplamente as consequências.

Processos como queima de combustíveis fósseis, uso de fertilizantes, desmatamento de grandes áreas florestais, aumento da produção de gado ocorrem diariamente em larga escala em todo o planeta.

Essas atividades desestabilizam cada vez mais o equilíbrio energético do planeta, aumentando diretamente os buracos na camada de ozônio, que é um fenômeno onde ocorre a queda acentuada na concentração de ozônio e vem sendo acompanhado desde 1980 ao redor do mundo.

Veja também: Curso de eletricista profissionalizante com certificado.

Qual é a relação entre a camada de ozônio e as descargas elétricas e o que a poluição tem a ver com isso?

Conforme já vimos, o aumento da emissão de gases poluentes desequilibra o planeta e aumenta o buraco na camada de ozônio. 

Apesar disso, a cada dia produzimos mais e mais poluição por meio de atividades que liberam esses gases poluentes em larga escala. 

Quanto mais gases poluentes são liberados e entram em contato com a atmosfera, maior é o dano para a camada de ozônio e, consequentemente, o desequilíbrio do planeta.

Diante desse cenário, fica a pergunta: como a poluição tem relação entre a camada de ozônio e as descargas elétricas?

As descargas elétricas são geradas na atmosfera terrestre e ocorrem em nuvens cúmulos-nimbo, as famosas “nuvens de tempestade”. Elas podem causar muitos outros fenômenos naturais, como furacões, tornados, granizo e choques elétricos.

Portanto, a relação entre a camada de ozônio e as descargas elétricas é que para a descarga elétrica penetrar a superfície terrestre, ela precisa antes passar pela estratosfera, onde fica a camada de ozônio.

Saiba como se proteger dos riscos do trabalho com eletricidade com Curso eletricista profissional.

Caso a camada de ozônio esteja muito espessa, será mais difícil que as descargas elétricas passem de um meio para o outro.

A poluição atmosférica tem papel fundamental no aumento das descargas elétricas. O aumento da poluição provoca o aumento das tempestades elétricas. Portanto, podemos afirmar que quanto mais poluição, mais descargas elétricas teremos.

A elevação da temperatura nas zonas urbanas, que ocorre devido à impermeabilização do solo e construções de concreto, provoca o fenômeno conhecido como “ilhas de calor”. Em tais regiões é notada uma incidência 60% maior de descargas elétricas. 

Os raios se intensificam quando há maior presença de partículas em suspensão no ar. A poluição, portanto, provoca um duplo efeito durante as tempestades: ela promove o aumento da temperatura, criando as ilhas de calor. Ao mesmo tempo, formam núcleos de condensação na atmosfera.

Esses núcleos de condensação fazem com que um maior número de moléculas de vapor de água se agregue às nuvens de tempestade, gerando mais partículas de gelo. A fricção entre essas partículas produz cargas elétricas, e o seu acúmulo gera os raios.

Conforme vimos ao longo deste artigo, a poluição tem efeito direto na relação entre a camada de ozônio e as descargas elétricas. Na poluição que produzimos por meio de queima de combustível, desmatamento, entre outras atividades, são liberados gases que provocam danos irreversíveis à essa camada que é vital para nossas vidas.

Esses mesmos gases poluentes fazem provocar o aumento das tempestades com descargas elétricas, pois promovem o aumento da temperatura e, ao mesmo tempo, a condensação da atmosfera, promovendo o aumento dessas cargas elétricas que geram os raios.

Somente a conscientização da humanidade e a substituição ou eliminação de atividades que produzam gases poluentes será capaz de dar fim a esse ciclo, permitindo a recuperação da camada de ozônio e até mesmo reduzindo o risco de descargas elétricas.

Este conteúdo foi útil para você? Compartilhe com os seus amigos!

REDE NOTICIANDO

Siga nossas redes sociais e fique bem informado!

Receba em primeira mão nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram.

Rede Noticiando — A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Follow Me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *