outubro 16, 2018

A São Paulo Railway (SPR), ligando Santos a Jundiaí, foi a primeira estrada de ferro paulista. A concessão foi dada a Irineu Evangelista de Sousa – Barão de Mauá e, em 1860, adquirida por empreendedores ingleses.

O projeto técnico foi elaborado por engenheiros experientes com ferrovias em regiões montanhosas e a linha, de 139 km, foi construída entre 1862 e 1867. Empregou muitos operários ingleses que acabaram se fixando na vila de Paranapiacaba, no alto da Serra do Mar, ao redor do pátio ferroviário com estação, armazéns e oficinas.

Foto: Museu Ferroviários SP

A linha da São Paulo Railway foi planejada principalmente para transportar a produção de café do noroeste paulista ao porto de Santos. Foi a única ligação ferroviária das cidades paulistas com o litoral até a construção do ramal Mairinque-Santos da Estrada de Ferro Sorocabana, já na década de 1930.

Estação do Valongo inaugurada em 1867 – Santos – SP (Foto de Rubens Chaves)

Projeto de ponte sobre rio na Serra do Mar (Ilustração de The Engineer, 1866)

Para o trecho da Serra do Mar, com altitude de quase 800 metros, foi utilizado o sistema funicular, formado por cabos de aço engatados em estruturas das composições e movimentados por roldanas.

Por sua vez, as roldanas eram acionadas por máquinas a vapor instaladas em alguns patamares do percurso de 8 km na serra.

Em 1899, foi construído um segundo plano inclinado na serra e adotou-se o uso de locomotivas de pequeno porte, chamadas locobreques. Os locobreques, tendo um mecanismo de tração dos cabos entre as rodas, aumentavam a eficiência do sistema.

Estação Piaçaguera – 1900-1920 – subida de serra (Foto de Guilherme Gaensly – Biblioteca Nacional – acervo digital)

Viaduto na Serra do Mar – 1900-1920 (Foto de Guilherme Gaensly – Biblioteca Nacional – acervo digital)

Alguns pontos da linha

Santos 1867, Cubatão 1867, Santo André (Paranapiacaba) 1867, Rio Grande da Serra 1867, Ribeirão Pires 1885, São Paulo (Brás e Luz) 1867, Caieiras 1883, Franco da Rocha 1888, Várzea Paulista 1891, Jundiaí 1867.

Em 1946, a São Paulo Railway passou a ser empresa federal com o nome de Estrada de Ferro Santos-Jundiaí. A partir de 1957, fez parte da Rede Ferroviária Federal S.A. – RFFSA – Estrada de Ferro Santos-Jundiaí.

Na década de 1960, começaram os estudos para a implantação do sistema cremalheira-aderência, substituindo o sistema funicular no trecho da serra.

Em 1974, foi inaugurado esse novo sistema de tração que emprega locomotivas com uma terceira roda dentada, no centro, a qual se ajusta às cremalheiras, parecidas com as placas de uma esteira rolante.

Dayane Priscila

Estudante de Desenvolvimento de Sistemas. Mini bibliotecária (Tributo, Semi-deusa, selecionada). Fotógrafa aspirante e amante de astronomia.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.