agosto 10, 2022

A Prefeitura de São Paulo deu mais um passo para tirar do papel o transporte público hidroviário. A gestão Ricardo Nunes declarou como interesse público, uma área de área de 22 mil m², na região da Pedreira, Zona Sul da capital paulista.

A informação foi publicada nesta quarta-feira, dia 06 de junho de 2022, no Diário Oficial como parte do plano de implantação do sistema na Represa Billings.

Ainda não há uma data para o início das obras do Aquático SP, o primeiro modal de transporte coletivo por embarcações na cidade, segundo a prefeitura.

Segundo a publicação do Diário Oficial desta quarta-feira (6), ficam declarados de utilidade pública, para ser desapropriados judicialmente ou adquiridos mediante acordo, os imóveis particulares necessários à implantação do terminal Atracadouro Pedreira, contidos na área de 21.825,53 m².

Um outro terminal seria construído do outro lado da represa, no Parque Cocaia. A ideia é atender parte da demanda de passageiros com barcos e, assim, desafogar os ônibus e, por consequência, as ruas e avenidas da região.

REDE NOTICIANDO

Siga nossas redes sociais e fique bem informado!

Receba em primeira mão nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram.

Rede Noticiando — A serviço da informação!

Ruan Filipe

Estudante, fã de games e de astronomia. Sou auxiliar de redação do Rede Noticiando e aqui trarei assuntos sobre mobilidade e tecnologia.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.