outubro 28, 2020

A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) planeja retomar um antigo projeto de instalação de portas automáticas nas plataformas das estações para reduzir as interferências na circulação dos trens provocadas por invasões ao trilhos e aumentar a segurança.

O plano da empresa ocorre após a alta de 41% desses episódios de 2015 a 2017. Entre os casos estão: imprudência, vandalismo, tentativas de suicídio, queda de usuários e também de objetos.

A ideia é lançar nas próximas semanas um edital de licitação internacional para contratar uma empresa que realize a instalação dos dispositivos de segurança em 36 estações das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha, as mais antigas do sistema metroviário paulista, respectivamente inauguradas entre os anos de 1974, 1991 e 1979.

O Metrô afirma já ter previsão orçamentária para isso em 2019, já que o custo estimado chega a R$ 70 milhões e o prazo de implantação é de 56 meses.

Outro contrato do Metrô prevê a instalação das mesmas portas em outras cinco estações da rede até 2021.

Confira as estações que devem receber as portas automáticas nas plataformas em até 56 meses, conforme o planejamento do Metrô, após firmar contrato, ainda em elaboração:

Linha 1-Azul:

Parada Inglesa, Jardim São Paulo, Santana, Carandiru, Portuguesa-Tietê, Armênia, Tiradentes, Luz, São Bento, Japão-Liberdade, São Joaquim, Vergueiro, Paraíso, Ana Rosa, Vila Mariana, Santa Cruz, Praça da Árvore, Saúde, São Judas e Conceição.

Linha 2-Verde

Consolação e Paraíso.

Linha 3-Vermelha

Santa Cecília, República, Anhangabaú, Sé, Pedro II, Brás, Bresser-Mooca, Belém, Tatuapé, Carrão, Penha, Guilhermina Esperança, Patriarca e Artur Alvim.

Estações cuja instalação das portas já estão previstas em contrato e deve acontecer até 2021

Linha 1-Azul: Jabaquara e Tucuruvi
Linha 2-Verde: Vila Madalena
Linha 3-Vermelha: Pameiras-Barra Funda e Corinthians-Itaquera

Estações já equipadas com as portas de plataformas

Linha 2-Verde: Sacomã, Tamanduateí e Vila Prudente

Linha 3-Vermelha: Vila Matilde

Linha 4-Amarela: Todas as nove estações já possui o equipamento

Linha 5-Lilás: Adolfo Pinheiro

Linha 15-Prata: Todas as seis estações contam com o equipamento

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.