junho 29, 2022

Entre os dias 3 e 5 de maio, estudantes do ensino médio terão a oportunidade de conhecer o Centro de Controle Operacional (CCO) da Linha 5-Lilás, para entender melhor como funciona o metrô, além de conferir a mostra – protagonizada por eles – “Palavras têm o poder de ferir ou alegrar um coração. Qual a mensagem deseja ver repercutir no mundo?”.

A ação integra o Programa Cliente do Amanhã, iniciativa da ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás, em parceria com organização Parceiros da Educação e Secretaria Estadual de Educação. Na última semana, alunos da E.E. Professora Bernadete Aparecida Pereira Godoi, localizada no Capão Redondo, zona sul da cidade, estiveram na Estação Largo Treze para participar da ação.


No painel – que estimula os estudantes a deixarem uma mensagem – a aluna Idaliny Raquel contribuiu com a frase “Respeite meu cabelo e minha cor, diga não ao racismo”. Ela, que já sofreu preconceito, disse estar realizada por ver sua mensagem na estação. “Quantas pessoas passam o mesmo que eu?”. Muitas delas, ao saírem do trem e se depararem com as frases – colocadas estrategicamente na plataforma da Linha-5 – talvez se sintam mais acolhidas, acredita a jovem. 


Uma outra estudante, Ana Clara Gomes, escreveu “Ame o próximo e, se não conseguir, apenas respeite-o”. Sua intenção foi a de despertar empatia no público e fomentar a tolerância. Temas como bullying, solidão, amizade e amor também fazem parte da exposição, que pode ser vista até o final de maio. 


Muitos desses jovens são usuários do transporte, mas alguns têm no passeio a oportunidade de entrar pela primeira vez no metrô. O aluno Arthur Pereira já havia andado, mas estava especialmente feliz no dia da visita ao CCO e à exposição porque, durante o período de quarentena por conta da covid-19, praticamente não saiu de casa.


“Foi um momento muito difícil, não só para mim como para vários dos meus amigos, por isso acho essa chance que estamos tendo aqui maravilhosa”, pontuou. O período de pandemia, segundo ele, trouxe diversas questões sensíveis à tona. “Muitos jovens entraram em depressão e tiveram crise de ansiedade, acho que poder expressar isso no painel, para que sirva de estímulo e dê ânimo a outros, é sensacional” afirmou.


José Leônidas de Almeida, professor de Educação Física, acompanhou os jovens ao passeio, juntamente com a professora de Projeto de Vida e de Português Natália Souza. “Essa iniciativa é muito interessante, valoriza o trabalho dos alunos e os coloca como protagonistas da mostra, vista por milhares de passageiros”, disse Leônidas.


Os temas apresentados pelos jovens no painel foram previamente abordados em sala de aula. A ideia é sair dos muros da escola e sensibilizar a população para as mensagens que os adolescentes têm a dar para o público que circula pela linha. “Na disciplina trabalhamos muito questões que dizem respeito ao cotidiano dos alunos”, explicou Natália. “Estar aqui, conferindo o que fizemos em aula, e ainda sentir que o público se interessa pelas frases, é muito importante para esses jovens se sentirem participantes do processo”, completou.

A possibilidade de conhecer os espaços do metrô, entender melhor como ele opera e despertar novos interesses também animou os professores. “É uma forma de estimulá-los a usar mais o transporte público e a zelar por ele também”, pontuou Leônidas.

REDE NOTICIANDO

Siga nossas redes sociais e fique bem informado!

Receba em primeira mão nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram.

Rede Noticiando — A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Follow Me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.