outubro 3, 2023

Operando há sete anos na Baixada Santista, o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) é referência brasileira em mobilidade urbana sustentável. Alternativa 100% elétrica e não poluente, o modal de transporte oferece qualidade e conforto aos 6,5 milhões de passageiros por ano que se deslocam entre Santos e São Vicente.
 

No Dia Mundial da Energia, celebrado nesta segunda-feira (29/05), a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, responsável pelo gerenciamento do VLT, destaca a produtividade deste importante transporte para a região, como modelo de transporte público limpo e moderno.
 

Em um ano, o VLT realizou cerca de 52 mil viagens entre Santos e São Vicente ao longo de um trajeto com 15 estações de embarque e desembarque. Foram aproximadamente 550 mil quilômetros percorridos com zero emissão de poluentes. Significa que, em média, 703 toneladas de gás carbônico (CO²) foram poupados ao meio ambiente no ano, em comparação ao mesmo trajeto realizado com ônibus convencionais.
 

Além de proporcionar uma viagem silenciosa, tranquila e confortável aos passageiros que se deslocam ao trabalho diariamente, o VLT integra-se à malha cicloviária existente e é também uma excelente opção de passeio para os turistas, já que passa por pontos turísticos e próximo das praias.
 

Em breve, um novo trecho do VLT será entregue na região central de Santos. Serão mais 8 km de percurso e 12 estações, interligando a avenida Conselheiro Nébias ao Valongo. O trajeto, que tem recebido revitalizações urbanísticas de vias e melhorias de infraestrutura, será um importante meio de deslocamento entre os bairros e o centro, com estações próximas a locais de interesse público como o Mercado Municipal, Poupatempo, universidades, áreas comerciais e o Terminal Valongo.
 

Já a Área Continental de São Vicente será conectada com Santos na futura Linha 3 do VLT, que ligará os terminais Barreiros e Samaritá. As obras já estão em processo de licitação, incluindo a reforma e modernização da Ponte A Tribuna (antiga Ponte dos Barreiros). O novo trajeto vai beneficiar cerca de 150 mil pessoas que residem em dez bairros da área continental e dependem do transporte público para se deslocar até Santos.

Ruan Filipe

Estudante, fã de games e de astronomia. Sou auxiliar de redação do Rede Noticiando e aqui trarei assuntos sobre mobilidade e tecnologia.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *