abril 21, 2024

Uma greve de ônibus atrasou a saída dos coletivos de 9 empresas na manhã desta segunda-feira, 29 de maio, na cidade de São Paulo.

A demora foi causada por conta de uma paralisação parcial de motoristas e cobradores, que pedem melhoria salarial. A paralisação foi promovida pelo Sindmotoristas, entidade que representa os trabalhadores.

A SPTrans afirmou que solicitou apoio do policiamento nas garagens e que vai registrar Boletim de Ocorrência para que os envolvidos na interrupção de serviço essencial à população sejam responsabilizados.

A SPTrans informou ainda que não houve respeito ao prazo legal de 72 horas para comunicação oficial antecipada à população e ao órgão gestor sobre paralisação no serviço.

O Sindmotoristas afirmou que a paralisação foi decidida em assembleias com trabalhadores por conta da ausência de uma nova proposta patronal contendo a valorização das cláusulas econômicas, como a volta dos 30 minutos de refeição remunerados.

Os trabalhadores afirmam que o sindicato patronal não sinalizou qualquer intenção de contribuir para um acordo.

Segundo a SPTrans, a estimativa é de que 700 mil passageiros tenham sido afetados com o atraso da saídas dos ônibus. Muitos tiveram que ficar parados nos pontos de ônibus aguardando a normalização.

Veja as empresas de ônibus afetadas

Zona Sul

  • Viação Grajaú
  • MobiBrasil
  • Viação Campo Belo
  • KBPX

Zona Oeste

  • Transppass
  • Gato Preto

Zona Norte

  • Sambaíba
  • Santa Brígida

Zona Leste

  • Metrópole 3

Ruan Filipe

Estudante, fã de games e de astronomia. Sou auxiliar de redação do Rede Noticiando e aqui trarei assuntos sobre mobilidade e tecnologia.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *