julho 4, 2022

Mais uma estação de Metrô de São Paulo terá seu nome associado à uma das grandes marcas do país. A estação Saúde, da Linha 1-Azul, passará chamar-se “Saúde – Ultrafarma”, em uma parceria que vai trazer melhorias ao local.

Os naming rights apareceram oficialmente nesta terça-feira, dia 15 de março de 2022, com as novas placas de comunicação e sinalização da estação, além do totem nos acessos já portando o nome da rede de farmácias. A Ultrafarma também estará presente nas mensagens sonoras dos trens ao anunciar a estação, nos mapas da linha e da rede metroferroviária, além do site, mídias sociais e aplicativos do Metrô.

Essa parceria da Ultrafarma com o Metrô de São Paulo é importante não somente pela ligação da empresa de medicamentos com o nome “Saúde”, mas principalmente pela primeira unidade da farmácia ter sido inaugurada ao lado da estação, no ano de 2000, pelo empresário Sidney Oliveira.

“É uma grande conquista! Há 22 anos estávamos abrindo a primeira loja ao lado do Metrô e agora essa estação recebe o nome da Ultrafarma. Trabalhamos sempre para manter o nome da marca em evidência em todos os âmbitos!”, declarou o presidente Sidney Oliveira.

A marca cresceu tanto que no ano de 2018 foi inaugurada a primeira loja com o conceito de licenciamento, “Ultrafarma Lojas”, no bairro Saúde. Hoje, são mais de 360 unidades levando seu nome não só para as regiões de São Paulo, mas de todo o Brasil.

Já a estação Saúde foi inaugurada em 14 de setembro de 1974, sendo parte das primeiras estações de metrô abertas no Brasil. Conta com mais de 6 mil m² de área construída no subterrâneo da Avenida Jabaquara, na zona sul de São Paulo.

“Essa parceria fala muito sobre o nosso projeto de modernização do Metrô, buscando inovações para melhorar o serviço prestado aos nossos passageiros. A estação Saúde ganha o importante nome da Ultrafarma e uma nova comunicação visual”, afirma Silvani Pereira, Presidente do Metrô de São Paulo.

A utilização de naming rights já é feita em mais de 10 sistemas de metrô na América do Norte, Europa e Ásia. No Metrô essa modalidade de negócio vai diversificar ainda mais as receitas não-tarifárias, que compreendem a exploração comercial e publicitária das estações, além da locação de imóveis e áreas, como em shoppings anexos às estações.

REDE NOTICIANDO

Siga nossas redes sociais e fique bem informado!

Receba em primeira mão nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram.

Rede Noticiando — A serviço da informação! 

Igor Roberto

Graduando em Direito, formado em Enfermagem e Gestão Pública. É o criador do Rede Noticiando e escreve sobre temas relacionados à mobilidade urbana no Estado de São Paulo. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@noticiando.net
Follow Me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.