outubro 19, 2018

Durante a paralisação nacional dos caminhoneiros, as empresas de ônibus em São Paulo e de outras regiões foram afetadas diretamente, devido a falta de óleo diesel. As viações deixaram de ser reabastecidas e começaram a racionar o número de coletivos nas ruas, em algumas situações, empresas suspenderam as operações.

Com o fim da greve dos caminhoneiros, a situação começa a melhorar, as empresas voltaram a ter o seu abastecimento normalizado, consequentemente o número de ônibus nas ruas voltou ao normal. A tendência é de 100% da normalização já nos próximos dias.

Trens do Metrô e da CPTM que haviam estendido os horários de funcionamento para atender como reforço os passageiros, retornaram aos seus respectivos horários de funcionamento.

Ônibus da SPTrans

De acordo com a São Paulo Transportes (SPTrans) as operações de ônibus municipais na capital já voltaram ao normal nesta sexta-feira, 1º de junho. Segundo a gerenciadora de transportes da capital, 100% da frota escalada está em circulação, o que corresponde a 60% de um dia útil convencional.

Até ontem havia redução em relação as escalas programadas devido ao baixo índice de combustível disponível nas garagens, como reflexo da greve dos caminhoneiros, já que não havia chegado diesel suficiente nas empresas.

Nesta sexta-feira, o quadro é diferente de forma favorável aos passageiros,  a tendência é que melhore ainda mais nos próximos dias.

Linhas de reforço foram suspensas nesta sexta-feira, 1º de junho

A SPTrans informou que as linhas de reforço, que atendem somente nos horários de pico, foram suspensas nesta sexta-feira, 1º de junho. As opções são as próprias linhas-base, linhas que percorrem trajetos próximos ou outros atendimentos que permanecerão ativos.

CPTM e Metrô

Com a normalização do sistema de abastecimento na capital paulista e em outras cidades, os trens da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) voltaram a funcionar em seus horários normais. A operação segue de domingo à sexta-feira das 4h à 0h e aos sábados das 4h à 1h na CPTM. No Metrô, a operação segue de domingo à sexta-feira das 4h40 à 0h e aos sábados das 4h40 à 1h.

Na linha 4-Amarela, o horário de funcionamento das estações é de domingo a sexta-feira das 4h40 à 0h e aos sábados das 4h40 à 1h.

EMTU

De acordo com a EMTU, todas as garagens estão retornando ao funcionamento pleno.

As empresas voltaram a receber combustível, segundo a gerenciadora de transporte coletivo intermunicipal do estado, nos próximos dias, 100% da frota vai estar nas ruas, para atender seus passageiros.

Igor Roberto

Profissional e estudante de enfermagem, pesquisador, analista financeiro e de mídias sociais. A informação é o meu esporte!
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.