dezembro 5, 2020

O Metrô de São Paulo deu mais um passo para tirar do papel a futura linha 19-Celeste. Na última segunda-feira, 3 de fevereiro, a Companhia assinou um contrato para o levantamento topográfico do trajeto do novo ramal metroviário.

Este é um dos três contratos prévios que o Metrô de São Paulo terá que levantar para captar dados cruciais para que seja possível produzir os projetos da linha 19.

O serviço será executado pelo Consórcio Metro Cúbico Dynatest. O consórcio deve verificar a condição do solo para a passagem das vias e também para a construção de um futuro pátio de trens.

Linha 19-Celeste

A futura linha metroviária deve contar com 17,6 km de extensão, 15 estações e irá ligar São Paulo a Guarulhos. São previstos 40 trens para esse ramal.

A Linha 19 deve realizar conexões com a linha 3-Vermelha do Metrô em Anhagabaú, 1-Azul em São Bento, 11-Coral da CPTM (Numa possível futura estação do Pari) e, futuramente, com a linha 2-Verde, isso quando esta estiver já conectada a estação Dutra.

A demanda prevista para esse ramal é de 525 mil passageiros por dia.

*Com informações do MetrôCPTM

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.