agosto 9, 2020

A polícia prendeu uma quadrilha com seis homens e duas mulheres com mais de 600 cartões fraudados do Bilhete Único perto da Estação Itaim Paulista da Linha 12-Safira da CPTM, na Zona Leste de São Paulo, na última sexta-feira, dia 18 de maio. Nos bilhetes apreendidos havia pelo menos R$ 93 mil em créditos falsos.

O grupo, que contava com a ajuda de dois adolescente confessou que usavam um computador para recarregar os cartões com créditos que não passavam pela SPTrans. Um representante da entidade foi chamado e verificou o valor incluído nos cartões. Os fraudadores foram levados para audiência de custódia, no Fórum da Barra Funda, na Zona Oeste.

É comum ver a atuação de vendedores ilegais de passagem na Estação Itaim Paulista, uma das mais movimentadas da Zona Leste, os fraudadores circulam diariamente, eles oferecem passagens mais baratas que a tarifa oficial.

Segundo informações, os fraudadores abordam os passageiros nas portas das estações, quem aceita recebe um cartão do Bilhete Único e devolve para os bandidos após passar a catraca. O preço oferecido é de R$ 3,00, R$ 1,00 a menos que a passagem regular.

De acordo com a SPTrans, o dinheiro conseguido com os créditos falsos não entra na conta do sistema de transporte, desta forma, é menos dinheiro em caixa para investir e o prejuízo é para todos os passageiros. A companhia acrescentou que adota uma série de medidas para combater os golpes no Bilhete único, só neste ano, foram cancelados 298 mil cartões por fraude.

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.