novembro 18, 2018

Na tarde desta terça-feira, 16 de outubro, o prefeito em exercício, Milton Leite, esteve na fábrica da BYD, em Campinas, no interior de São Paulo, e informou que em até 2 meses a cidade de São Paulo irá contar com 15 veículos elétricos que farão parte de um projeto piloto.

“Há uma preocupação na cidade de São Paulo em relação à emissão de poluentes e por isso será feito um projeto piloto que permitirá termos a exata dimensão desse processo do início ao fim”,disse Milton Leite.

O prefeito em exercício disse ainda que é preciso ter a garantia que não faltará energia para abastecer os ônibus da cidade. A BYD informou que, a garagem da concessionária escolhida terá uma subestação ligada diretamente ao sistema nacional e, portanto, estará imune às quedas frequentes da rede doméstica.

BYD

A BYD é uma empresa chinesa que instalou uma planta em Campinas há dois anos, e fabrica o chassi do ônibus elétrico que tem a alimentação da bateria feita de fosfato de ferro (LiFePO4), e leva cerca de cinco horas para ser recarregada.

Projeto

O projeto envolverá as secretarias da Fazenda, Mobilidade e Transportes e Verde e Meio Ambiente. A SPTrans definirá os critérios técnicos de qual concessionária irá receber a frota.

Em São Paulo, 60% da frota já possui motor padrão Euro V com o objetivo de reduzir cada vez mais a emissão de poluentes pelos ônibus.

A cidade de São Paulo conta com uma frota cadastrada de 14.382 veículos. São realizados diariamente 10 milhões de embarques, em 1.335 linhas, para percorrer 3 milhões de quilômetros/dia.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público de São Paulo e Região Metropolitana?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Igor Roberto

Profissional e estudante de enfermagem, pesquisador, analista financeiro e de mídias sociais. A informação é o meu esporte!
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.