O prefeito Bruno Covas remanejou R$ 11,3 milhões para obras de ampliação, reforma e requalificação de corredores de ônibus da cidade de São Paulo. A decisão ocorre um mês depois de a gestão ter tirado R$ 12, 3 milhões dos corredores de ônibus para a reforma do Autódromo de Interlagos, na Zona Sul de São Paulo.

O remanejamento foi oficializado nesta quarta-feira, 13 de março, e faz parte de uma abertura de crédito adicional no valor de R$ 53,9 milhões que envolve diversas áreas da administração.

O prefeito Bruno Covas já havia admitido no último mês que será difícil cumprir a meta de 72 km de novos corredores na cidade. Apenas 3,3 km da extensão do Corredor Berrini, localizado na Zona Sul, foram inaugurados.

Dos 17 mil km de vias de São Paulo, apenas cerca de 130 km são ocupados por corredores de ônibus, dos quais somente 8 km são do tipo Bus Rapid Transit (BRT), referentes ao trecho entre os terminais Sacomã e Mercado, do Expresso Tiradentes, realmente segregados dos demais veículos, sem conversões de carros e compartilhamento com outros veículos, como táxis.

O foco agora segundo o prefeito, é realizar reformas nos corredores já existentes.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Igor Roberto

Profissional e estudante de enfermagem, pesquisador, analista financeiro e de mídias sociais. A informação é o meu esporte!
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.