Diariamente os passageiros do Metrô, da CPTM, da SPTrans, nos passam através dos canais de comunicação do Rede Noticiando, o que observam no sistema sobre trilhos e rodas de São Paulo e Região Metropolitana, eles enviam uma série de dúvidas, informações, denúncias e também relatos de assaltos.

No início desta semana, um passageiro nos procurou para relatar que na sexta-feira, dia 30 de novembro, por volta das 22h, ele estava dentro de uma composição da Linha 1-Azul do Metrô junto com seus amigos, quando dois menores entraram e praticaram um assalto levando os celulares deles e de outros passageiros e não havia nenhum segurança.

A composição partiu às 21h52 da Estação Tucuruvi, sentido Jabaquara, os dois menores entraram na Estação Jardim São Paulo e às 22h desceram na Estação Santana. O passageiro então desceu na Estação Carandiru e foi relatar o acontecido para os seguranças, que informaram que esses assaltos estão sendo frequentes nas estações mais vazias.

A partir deste relato do passageiro, procuramos a assessoria de imprensa do Metrô, questionando porque não tem seguranças nas estações mais vazias, onde foi informado que a reclamação do passageiro não procede e encaminhou a seguinte nota:

“O Metrô de São Paulo adota um rigoroso plano de segurança interna, no qual um grupo com mais de 1.100 agentes de segurança, devidamente treinados, atuam em benefício dos passageiros, executando diversas estratégias operacionais de combate a crimes e irregularidades dentro do sistema metroviário. A ação desses funcionários é apoiada pelas imagens captadas por milhares de câmeras de vigilância instaladas nos trens e estações. Além disso, o usuário pode utilizar aplicativo de celular “Metrô Conecta” e o serviço SMS-Denúncia do Metrô (97333-2252) por onde podem enviar informações, fotos e vídeos, informando qualquer prática irregular nas dependências do Metrô e, com isso, possibilitar o deslocamento imediato dos seguranças para o local da ocorrência. O usuário pode ainda informar o fato imediatamente a qualquer funcionário do Metrô.

Como resultado desse conjunto de ações, o Metrô vem conseguindo manter baixos e estáveis os índices de ocorrências de segurança pública (roubo e furto) dentro do sistema, considerando os 3,7 milhões de usuários transportados diariamente no sistema.”

Em 2015, um assalto ocorreu neste trecho da Linha 1-Azul e foi bastante repercutido na grande mídia, no dia 3 de junho, menores fizeram um arrastão dentro de um dos vagões e dispararam contra uma pessoa na Estação Parada Inglesa, o crime aconteceu por volta das 16h. A Polícia Militar localizou os menores após realizar ronda no entorno da estação.

No nota enviada pelo Metrô, a Companhia sugere que quando o passageiro observar ou presenciar práticas irregulares nas dependências do Metrô, que informe enviando um SMS para o número (11) 97333-2252 ou envie uma mensagem pelo aplicativo Metrô Conecta, que está disponível para baixar nas lojas da App Store e Google Play (isso quando for possível enviar dependendo do fato ou se tiver sinal da operadora de celular).

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público de São Paulo e Região Metropolitana?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Eduardo Paulino

Sou formado em administração de empresas. Sou o criador do Mobilidade Sampa e da Mapa da Web e co-fundador do Rede Noticiando. Prestativo, sereno e divertido. Marketing digital, recursos humanos, tecnologia e empreendedorismo estão entre os meus temas favoritos.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.