março 1, 2024

Compreender o que é educação financeira fará com que você tenha um olhar mais crítico quanto ao uso de dinheiro. Afinal, é fundamental controlá-lo ao longo do mês e evitar gastos desnecessários, a fim de utilizá-lo com inteligência.

Este é um processo que leva tempo para adaptação, caso você tenha o hábito de gastar muito sem se preocupar com o dia seguinte. Quer saber mais? Neste artigo vamos te apresentar tudo sobre educação financeira. Aproveite a leitura!

Entenda mais sobre o que é educação financeira

É um termo que auxilia as pessoas a entenderem como usar o dinheiro de maneira correta e evitar o descontrole. Quando se faz um bom uso do salário, se evita a criar dívidas e ficar no vermelho.

A compreensão desse conceito permite que ocorra o controle dos gastos de maneira prática e descomplicada. É necessário entender o motivo pelo qual deve-se cortar gastos específicos e em como essa economia se tornará vantajosa na sua vida.

Ao aplicar todo esse aprendizado em sua rotina, será possível atingir uma excelente saúde financeira. Ou seja, alcançará o equilíbrio entre o quanto você ganha e gasta, que condiz com sua realidade financeira, sem extrapolar seu orçamento. Ter este cuidado fará diferença e você realizará diversos sonhos dos quais almejou por muitos anos.

Se ficou curioso para saber mais sobre o assunto, confira esse conteúdo e entenda o que é e como manter uma boa saúde financeira!

Como praticar educação financeira?

Com as seguintes dicas, você aprenderá o método correto de praticar este processo e a ter um controle maior e melhor sobre o seu dinheiro. É essencial entender como é usado, para aonde vai e como evitar gastar de maneira desnecessária. Veja:

Estude sobre o tema

O primeiro passo é compreender mais profundamente sobre o conceito de educação financeira. Quando você realiza este processo, verá o dinheiro com novos olhos, conseguirá compreender sobre o porquê de controlar cada centavo e como fazer isso para conquistar uma boa saúde financeira.

Busque conteúdos relacionados ao tema. Livros como o Me Poupe! são uma ótima maneira de começar a estudar sobre o tema. A leitura enriquece, faz com que observe determinados pontos com uma análise mais crítica e que o ajudará a ter controle na hora das compras.

Faça um planejamento com metas e organize em planilha

Você deve realizar um plano de metas e os organizar em uma planilha. Dessa forma, há uma análise maior de onde usar o dinheiro e no quê, e evita que você gaste sem saber para onde foi o valor X. Além de motivar a continuar a alcançar suas metas definidas.

A planilha do Excel é uma opção essencial para ter um controle maior sobre o que foi comprado durante todo o mês e quanto foi gasto. O ideal é analisar e perguntar a si se valia a pena ter comprado, qual a sua utilidade agora que está em sua casa e, se oferecerá benefícios a longo prazo.

Utilize a tecnologia a seu favor

Hoje em dia, existem aplicativos que facilitam ter controle integral dos gastos, o que fará um complemento com a sua planilha. 

Apostar mais na tecnologia para auxiliar neste processo terá um peso enorme na sua rotina durante o mês todo e você verá que poupar se tornou mais prático e menos complicado graças aos aplicativos. Veja exemplos:

  • Despesas: controle de gastos;
  • Minhas Finanças: despesas;
  • Wallet: gestor de orçamento.

Os aplicativos são práticos de usar, oferecem os benefícios de facilitar a sua rotina de maneira íntegra e prática, sem a necessidade de torná-la complicada. Ter um complemento junto da planilha, automatiza o dia a dia e você sabe com o quê deve ser ou não gasto.

Busque maneiras de poupar

É normal que, após receber o salário, seja efetuado o pagamento do que deve e o que sobra é usado para compras do mês. Uma parte é para o lazer ou compras terceiras que, geralmente, nem agregam um benefício atrativo.

Este é um dos motivos para haver a necessidade de ter um cuidado maior sobre o que deve ser gasto e o que não precisa sair do bolso. Com ajuda da planilha você define o que precisa comprar, estipula a sua própria meta e junta dinheiro. Faça como se fosse um desafio, onde após sair “vitorioso” você terá um prêmio a conquistar.

Gastos como idas em shoppings todos os finais de semana podem ser substituídos por locais mais “em conta”. Encontre produtos semelhantes de marcas diferentes com preço mais baixo no momento das compras no supermercado. Aproveite os benefícios de cashback e cupons de descontos de aplicativos e bancos, entre outras maneiras.

Controle tudo regularmente

O ato de controlar se tornará um diferencial a longo prazo. Ao ter controle do que é gasto, você evita ultrapassar o teto permitido. Veja o que é essencial a primeiro momento e compre, o que não trouxer benefícios e não for útil, opte por comprar após três meses, por exemplo.

Como comentamos, a planilha será sua melhor amiga para uma gestão eficiente.

Pense em investir seu dinheiro de maneira diversificada

Ao investir determinados valores todos os meses, você terá a garantia de que aquele dinheiro não precisará ser usado para nada e que renderá ao invés de gastar de maneira errada.

Este é um controle essencial que deve ser realizado a fim de priorizar o seu dinheiro e todo o esforço feito para a conquistar suas metas e uma situação financeira mais tranquila.

Não significa que haja a obrigação de cortar tudo e deixar de comprar o que te faz bem, mas para se ter um controle e uma boa educação financeira, deve-se fazer procedimentos como este todos os meses.

Seja responsável e priorize seus objetivos

Saber o que é educação financeira fará com que você se torne muito mais responsável e atinja os seus objetivos em poucos meses. Se você quer comprar um jogo de cama da melhor qualidade, que dure por muitos anos e o uso ocorrerá durante bons meses, o ideal é ter controle e definir este objetivo como principal, por exemplo.

Monte uma reserva financeira de emergência

É fundamental ter uma reserva para utilizar nos momentos críticos, como perda de emprego, gastos com problemas de saúde, entre muitos outros motivos. Para isso, a quantia precisa cobrir, pelo menos, de 3 a 6 meses da média do seu custo de vida. Sendo o excelente, a quantia referente a 12 meses.

Esse valor precisa estar disponível a qualquer momento, por isso, caso utilize para realizar aplicações, cuidado com o tipo e o tempo para retirar o recurso.

Aprender o que é educação financeira fará muita diferença a curto e longo prazo na sua vida. Se você não sabia como ter este controle, agora, através das dicas apresentadas, você saberá como cortar gastos e poupar mais. Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Follow Me:

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *