outubro 16, 2018

Retirados de circulação em março de 2016 após serem substituídos pela frota P na linha 5-Lilás, os oito trens da frota F estão passando por uma modernização para retornar as suas atividades na linha em breve.

Fabricados entre os anos de 2001 e 2002, os TUEs produzidos pela Alstom e denominados como frota F foram adquiridos para circular na recém inaugurada linha 5-Lilás (Capão Redondo – Largo Treze) quando abriu suas portas em 2002. A frota é composta por oito trens que até o ano passado circularam sozinhos na linha lilás do Metrô.

Atualmente os oito trens estão passando por modernização, antes o sistema da linha operava através do ATO e hoje, com o prolongamento da linha, passou a operar com o moderno sistema de sinalização CBTC.

Dos oito trens, sete estão alojados no novo pátio Guido Caloi, que oficialmente ainda não está operacional, e um deles, o F08 está alojado ao lado em uma via auxiliar entre as estações Giovanni Gronchi e Santo Amaro. Segundo informações, ele passa por testes na linha, tendo em vista que já possui o sistema CBTC instalado.

 

O Metrô de São Paulo informou que irá entregar todos os trens modernizados até a conclusão das obras na estação Chácara Klabin e que dos oito trens, dois já foram modernizados e outros dois já estão em testes.

Uma dúvida surgiu…

Com a CCR através do consórcio ViaMobilidade vencendo a licitação e administrando a linha, muitos questionamentos  sobre essa frota surgiram, entre eles, se de fato essa ela será utilizada pela concessionária.

Questionamos o Metrô sobre o fato e você confere abaixo a resposta:

”A previsão é que os 8 trens da frota F tenham seu processo de modernização concluído ao mesmo tempo em que o trecho até a estação Chácara Klabin, da Linha 5-Lilás, seja inaugurado. Até o momento, duas composições estão prontas e outras duas estão sendo testadas”.

Com a linha completa, operando entre as estações Capão Redondo e Chácara Klabin, os 26 trens da frota P somente não darão conta, os oito trens da frota F serão em si, um grande reforço para manter o intervalo da linha baixo e atender toda a demanda que é prevista.

Fica aí a expectativa das novas estações serem entregues e de que essa frota retorne as suas atividades o mais breve possível.

Confira abaixo fotos que o Rede Noticiando fez durante uma visita técnica ao pátio Guido Caloi em maio deste ano:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dayane Priscila

Estudante de Desenvolvimento de Sistemas. Mini bibliotecária (Tributo, Semi-deusa, selecionada). Fotógrafa aspirante e amante de astronomia.
Siga-me:

Posts relacionados

  1. Gabriel Mellinda says:

    Eu ainda acho difícil que a CCR utilizem esses trens, nos bastidores falam que ela não os quer, e que inclusive já sugeriu ao governo que os vendessem e investissem na compra de uma segunda remessa CAF. Vamos ver como será!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.