outubro 29, 2020

O Metrô de São Paulo tem 302 funcionários de alto escalão que ganham salários acima do teto estadual, atualmente em R$ 23.048,59 – pagos ao governador paulista, João Doria.

Em 12 meses, o montante gasto apenas com o excedente sobre o teto estadual chega a R$ 18 milhões.

Os dados foram apresentados em uma reportagem da RBA que os obteve por meio da Lei de Acesso à Informação.

Segundo a reportagem, entre junho e julho, alegando problemas financeiros, o Metrô chegou a cortar 10% dos salários dos trabalhadores, além de propor alterações no acordo coletivo de trabalho dos metroviários, reduzindo benefícios e direitos. Medida que foi impedida pela mobilização da categoria.

Além disso, o Metrô mantém 448 profissionais que ganham gratificação de função e 144 em cargos classificados como Ad Nutum, de livre provimento pelo governo paulista. Todos esses cargos não foram alvo de proposta de alterações salariais, mesmo em meio à alegada crise financeira. De acordo com os metroviários, as gratificações de função chegam a R$ 8 mil por mês.

O diretor da Federação Nacional dos Metroviários (Fenametro), Alex Santana Vieira criticou os altos salários:

“Essas pessoas equivalem a aproximadamente 7% do quadro efetivo, mas são cerca de 30% da folha de pagamento de salários do Metrô. Se considerar todo o alto escalão da companhia, são quase R$ 300 milhões por ano, o que poderia pagar praticamente seis meses de salário de todo o restante da categoria”.

Ainda de acordo com o texto, a reportagem constatou que o Metrô realmente sofreu prejuízo considerável por conta da pandemia de coronavírus, que levou à redução da circulação de pessoas na cidade de São Paulo. No primeiro semestre deste ano, o déficit chegou a R$ 903 milhões, 112% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.

Em 2018, o prejuízo foi R$ 672 milhões. Entre 2011 e 2015 o governo de Geraldo Alckmin deixou de repassar R$ 1,1 bilhão ao Metrô, para subsidiar a linha 4-Amarela (Butantã/Luz), que passou depois a ser operada pelo consórcio privado ViaQuatro.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.