O Metrô de São Paulo e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) estão intensificando o combate ao assédio sexual dentro dos trens e estações das respectivas empresas.

Agentes de segurança à paisana e uniformizados passaram a realizar rondas regulares e estão treinados para agir de forma imediata quando houver ocorrência.

De acordo com a Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM), também está sendo feito o monitoramento por meio de câmeras. Campanhas nas redes sociais e mensagens sonoras nos trens e estações buscam os passageiros a denunciarem os casos.

No ano passado foram registrados 133 casos de abuso sexual na CPTM. Em 2019, até março, foram 34. Já no Metrô de São Paulo, foram 137 registros. No período de janeiro a março deste ano, o total chegou a 28 ocorrências.

Como denunciar?

A pessoa que for vítima do abuso ou presenciar o ato deve informar o fato imediatamente a um funcionário, apontando o autor.

Na CPTM, o SMS-Denúncia atende através do telefone 11 97150-4949. Já no Metrô de São Paulo, além do SMS-Denúncia que atende pelo telefone 11 97333-2252, a denuncia pode ser enviada através do aplicativo Metrô Conecta.

Ganhe R$ 10,00 de desconto

Precisando recarregar o seu Cartão de TransporteBaixe aqui o aplicativo RecargaPay e ganhe R$ 10,00 em desconto utilizando o nosso código NOTICIANDO. Válido apenas no primeiro uso do aplicativo.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Igor Roberto

Sou profissional e estudante de enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.