A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) reservou para o orçamento de 2019 recursos para a ampliação da Linha 2-Verde e para a contratação de projetos que aprofundam os estudos de traçado para a futura Linha 19-Celeste.

Com base no Relatório Integrado 2018, onde é descrito os próximos investimentos que o Jornal Folha de São Paulo publicou a informação.

De maneira geral, o plano de investimento do Metrô é 20% menor do que o do ano passado, somando um total de R$ 2,05 bilhões.

O valor reservado para o prolongamento da Linha 2-Verde é de R$ 121 milhões. O Metrô projeta levar o ramal rumo a Dutra, em Guarulhos. Entretanto, a expansão da linha deve ser feito inicialmente até a Penha. Hoje, os trens da Linha 2-Verde operam entre as estações Vila Madalena e Vila Prudente, com boa parte do traçado passando pela Avenida Paulista.

Já para a Linha 19-Celeste, o investimento é de R$ 5O milhões para estudos, cujo o projeto funcional já foi contratado, e para este ano de 2019, o projeto básico do trecho entre Praça da Bandeira e o Bosque Maia em Guarulhos seria contratado.

A linha vai atender uma demanda entre as cidade de Guarulhos e São Paulo, que hoje é feita por ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), por transporte individual (carro ou moto) e pela reprimida Linha 13-Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) que pouco facilita o deslocamento dos moradores da região.

O projeto deve sofrer alterações no traçado, após a avaliação dos projetos conforme forem aparecendo os seus resultados.

A previsão de novos investimentos não garante que a linha seja efetivamente construída, mas mostra a disposição do Metrô em avançar nessa obra.

Mapa da Linha 19-Celeste
Mapa mostra como deve ser a futura Linha 19-Celeste do Metrô (Foto: Divulgação)

O mapa acima mostra o nome de algumas paradas desconhecidas do público, em linhas que já existem. Como exemplo, podemos citar a estação ”Praça da Bandeira” na Linha 3-Vermelha, ela na realidade é a estação Anhangabaú. Os nomes diferem, por se tratar de um projeto antigo, entretanto, com os novos estudos e projetos a serem desenvolvidos, esses nomes devem ser alterados.

O governo necessita de recursos ou financiamentos para as obras das ligações metroviárias em ambos os casos. No caso da Linha 2-Verde, já foram desapropriados 190 imóveis para os trabalhos em campo.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Igor Roberto

Profissional e estudante de enfermagem, pesquisador, analista financeiro e de mídias sociais. A informação é o meu esporte!
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.