Dois agentes de segurança da concessionária ViaQuatro agrediram um homem que segurou as portas de um trem na Linha 4-Amarela de metrô. O incidente ocorreu no domingo, 24 de fevereiro, dia de pré-Carnaval na capital paulista.

Tiago Augusto, de 30 anos, participou com amigos de bloquinhos carnavalescos que aconteceram na Zona Oeste de São Paulo. Ele retornava para casa na estação Fradique Coutinho, quando foi agredido.

Tiago teria segurado as portas da composição para um amigo entrar no mesmo trem, os agentes alertaram verbalmente e, antes de qualquer reação, um deles deu dois golpes de cassetete em sua cabeça.

O homem foi encaminhado ao Pronto Socorro, onde foi atendido e foram necessários três pontos para conter os ferimentos na região da testa, causado pelas agressões.

A vítima contou ao portal ”Ponte” que sentiu impotência com o ocorrido. “Fiquei sem entender porque ele [segurança] tomava aquela atitude. Eu só conseguia pedir socorro, mas eu lembro que ele insistia em querer me bater mais”, conta Tiago. “E eu não conseguia entender porquê tanto ódio, o que eu tinha feito pra merecer aquilo… Foi horrível”.

A concessionária ViaQuatro informou por meio de nota ao portal que ”desligou os colaboradores pois seus comportamentos contrariaram as normas de conduta da empresa”. A empresa, que administra a Linha 4-Amarela por meio de concessão válida por 30 anos , ainda afirma que “repudia qualquer tipo agressão e que orienta os funcionários a agir com respeito seguindo os padrões de atendimento”, garante.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

  1. Anônimo. Com says:

    Que mentira…esse Thiago que apanhou ele não diz que cuspiu na cara de um dos agentes,ele está dando de Santo mas não é ,e ele que foi pra cima dos funcionários e depois cuspiu é um deles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.