agosto 18, 2022

A greve de ônibus na cidade de São Paulo pode ser retomada após o fim de todos os prazos estabelecidos em uma reunião conciliatória que ocorreu no dia 14 de junho de 2022.

O Sindmotoristas convocou uma assembleia para essa terça-feira, dia 28 de junho, para decidir sobre a retomada da greve, que foi suspensa após afetar boa parte do dia 14, onde mais de 1,5 milhão de passageiros foram prejudicados.

O vereador Milton Leite à pedido do Prefeito Ricardo Nunes, mediu uma reunião conciliatória entre o sindicato patronal e o sindicato dos trabalhadores, onde ficou acordado um reajuste salarial de 12,47% retroativos ao mês de maio.

Só que outros pontos da Campanha Salarial 2022 ainda ficaram em abertos, desta forma, foi solicitado um período de cinco dias úteis para que o setor patronal avaliasse as demais reinvindicações aos trabalhadores e os fornecessem respostas. Esse prazo já se esgotou!

O presidente em exercício da entidade, Valmir Santana da Paz (Sorriso), reforça a importância do engajamento e união dos trabalhadores para o sucesso da Campanha. “Permanecemos unidos e conseguimos grandes avanços como o reajuste de 12,47% nos salários e ticket-refeição, ambos retroativos a 1º de maio. Agora temos que decidir outras reivindicações que são fundamentais para a categoria como a hora de almoço remunerada, PLR, entre outros pontos”, afirmou.

Imagem: Divulgação/Sindmotoristas

REDE NOTICIANDO

Siga nossas redes sociais e fique bem informado!

Receba em primeira mão nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram.

Rede Noticiando — A serviço da informação!

Anderson Dantas

Potiguar, prestativo e empreendedor. É formado em turismo e trabalha com marketing digital. É administrador das páginas do Rede Noticiando desde 2015. Quer entrar em contato com o Anderson? Escreva para contato@noticiando.net
Follow Me:

Posts relacionados

  1. Olha só eu sou super a favor de qualquer tipo de greve.
    Desde que pare tuudo. Ónibus trem metro em fim… Para meia dúzia de ónibus os trens metrô ficam um caos, querem fazer façam bem feitos, fazendo pelas coxas prejudica mais ainda a população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.