dezembro 1, 2022

Os cuidados com um veículo parado na garagem requerem investimento financeiro e atenção em todos os seus componentes

Com os novos hábitos propostos, em razão da pandemia do Covid-19, o trabalho, o estudo e outras tarefas passaram a ser realizados em casa. Desta forma, os veículos também ficaram na garagem, até mesmo porque muitas atividades como a ida no mercado ou na feira podem ser feitas por aplicativos e entregues na porta de casa. Podemos até pensar que o carro parado traz benefícios como a economia nas despesas com combustível e manutenções, mas engana-se, pois mesmo estacionado, ele gera custos.

Para compreender essa questão, devemos levar em consideração por quanto tempo o veículo ficará sem ser utilizado; se for por uma semana, pode ficar tranquilo; a problemática está em um período maior do que esse, porém, com algumas ações, muitos problemas poderão ser evitados, e um exemplo é dar a partida em alguns dias e deixá-lo em funcionamento, mesmo que estacionado. Outro detalhe é limpá-lo internamente antes da parada, para evitar o acúmulo de pó e a presença de bactérias e fungos, que surgem em razão de restos de alimentos.

Uma preocupação deve ser com componentes mais delicados do veículo, como os filtros do ar-condicionado, que sugere-se a troca na volta da rotina, por conta do acúmulo de micróbios nos dutos de ventilação, causado pela umidade. Outro detalhe está na preservação da bateria: o ideal é desligar o cabo negativo no caso de um período maior de parada; com essa medida, tem-se o aumento da sua vida útil. Outro ítem importante a ser observado é o cuidado com o combustível, que possui prazo de validade, mas recomenda-se deixar o tanque cheio se o período de parada for de 3 a 4 meses.

Outra recomendação é sobre os pneus; para maior durabilidade e evitar atrito no solo, deve-se aumentar a sua pressão, atentando-se à recomendação do fabricante quanto ao calibre correto e também à primeira saída; após o carro ter ficado parado por um período, é importante levá-lo para calibrar, inclusive o estepe.

Caso a parada do veículo ultrapasse 6 meses, a recomendação é levá-lo para uma revisão, independentemente da quilometragem sugerida pela montadora. Evite surpresas desagradáveis, para que possa rodar tranquilamente, e lembre-se de verificar também o óleo, os freios e a embreagem, assim como buscar recomendações de seu mecânico de confiança.

Se você percebeu que é muito mais vantajosa a vida sem automóvel, seja pelo aspecto econômico ou por outras facilidades, e chegou à conclusão que quer se desapegar do mesmo, pode participar de um leilão em Curitiba, para vendê-lo com segurança, rapidez, praticidade, sem contar a possibilidade de lucratividade, já que a determinação do valor do carro é realizada por todos os envolvidos.

REDE NOTICIANDO

Siga nossas redes sociais e fique bem informado!

Receba em primeira mão nosso conteúdo através do nosso canal no Telegram.

Rede Noticiando — A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Follow Me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *